Após confraternização, mulher é abusada sexualmente por colega de trabalho em São Gotardo

Foto Capa: Reprodução/Portal SG AGORA
Foto Capa: Reprodução/Portal SG AGORA

Durante a madrugada deste domingo (09/12) em São Gotardo, uma mulher de 20 anos de idade foi violentada sexualmente (estupro) por um colega de trabalho de 40 anos de idade, após a vítima pegar uma corona com o autor do crime em uma festa de confraternização de uma empresa da cidade. O homem teria cometido o abuso em sua residência e a vítima teria conseguido fugir da casa do autor em seguida, acionando a PM de São Gotardo para realizar a denúncia sobre o crime.

Segundo informações da Polícia Militar de São Gotardo, o crime ocorreu por volta de 02:00 horas da manhã. De acordo com o relato da vítima, ela teria ido a uma confraternização da empresa onde trabalha de carona com uma amiga. Chegando no local onde ocorreu a confraternização, os participantes combinaram de ir a um bar para continuar o evento. A jovem então, recebeu o convite do autor para ir de carona com ele até o bar, dispensando assim a carona de volta da amiga.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADEUNINTER_Graduacao-e-pos

Durante o deslocamento para o bar, o homem disse a ela que só iria passar em sua casa para tomar um banho e em seguida seguiriam para o local combinado com as outras pessoas. Já na casa do autor do crime, ele teria entrado para o banheiro e após alguns minutos teria saído nu, dizendo palavras “vulgares” para a vítima, segurando o órgão genital. A mulher tentou se esquivar dele, dizendo palavras para desmotivá-lo, contudo ele insistiu até conseguir empurrar ela e deitá-la no sofá. Após render a vítima, o homem teria retirado a calça da mulher e manteve relação sexual (conjunção carnal).

Ainda de acordo com a vítima, após o ato do homem, ela conseguiu fugir da casa do mesmo e encontrou com uma testemunha que realizou a ligação ao número 190 da PM de São Gotardo. Após contato com a vítima, uma guarnição policial deslocou até o endereço do autor, onde ele foi localizado. Aos PM’s, o homem relatou que estaria “ficando” com a vítima e que houve sim relação sexual, contudo havia sido consentida por ela. O autor foi conduzido ao Quartel PM para a confecção do registro policial e a vítima foi conduzida por uma ambulância até a cidade de Patos de Minas, para procedimentos de praxe. Posteriormente o autor foi apresentado a Autoridade Policial de plantão em Patos de Minas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADEAncora-primavera-3

 

Reportagem: Diego Oliveira/Portal SG AGORA / Fonte da Reportagem: Divulgação/Assessoria de Comunicação Organizacional da 216ª Cia da PM/15º BPM/10º RPM / Foto Capa: Arquivo/Portal SG AGORA

Tags

Um comentário em “Após confraternização, mulher é abusada sexualmente por colega de trabalho em São Gotardo”

  1. Agropesg disse:

    Muito suspeito, no minimo ja se relacionavam, ou houve tentativa de extorsão de uma das partes

Deixe uma resposta para Agropesg Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

De 1 a 5, qual sua nota para os serviços oferecidos pela COPASA em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...