Após conversa em vestiário, Cruzeiro fica otimista e acredita em virada no jogo de volta

Atletas, comissão técnica e diretoria ainda acreditam na possibilidade de inverter vantagem de 2 a 0 do rival e na conquista do título da Copa do Brasil.

A derrota para o rival Atlético-MG, por 2 a 0, no primeiro duelo da final da Copa do Brasil, foi sentida pelos jogadores do Cruzeiro, mas o abatimento terminou já no vestiário do Independência. Pelo menos, foi o que disseram dirigentes e atletas na saída do estádio. A conversa entre comissão técnica, jogadores e diretoria foi tranquila e otimista, apostando na força que o Cruzeiro tem no Mineirão e no aproveitamento de 86% dos pontos desde a reabertura do estádio da Pampulha, em fevereiro de 2013. O volante Henrique, um dos principais jogadores do elenco, disse que o primeiro jogo da decisão já faz parte do passado e que os jogadores têm ideia fixa com a virada e a conquista do pentacampeonato da Copa do Brasil.
– Não foge muito disto. Este é o nosso pensamento e o nosso desejo. Após o fim do jogo, todos no vestiário tinham a mesma sintonia de que temos condições de reverter a situação. O 2 a 0 é difícil, mas nós temos condições e capacidade. E vamos em busca disso.
O zagueiro Léo confirma as palavras de Henrique. Ele disse que os jogadores têm consciência do quanto a missão é difícil, mas que é possível e que só depende dos próprios atletas.
– Conversamos no vestiário que é possível. No jogo aqui (Independência) não conseguimos desenvolver o futebol a que estamos acostumados, mas acreditamos que é possível reverter. Todo mundo tem isto na cabeça. O jogo de volta vai ser o jogo da morte, o jogo que a gente vai imprimir nosso ritmo pra decidir dentro de casa e buscar o título. Este é o nosso objetivo.
O gerente de futebol Valdir Barbosa fez coro com os jogadores e reafirmou a confiança do Cruzeiro na conquista do título.
– Pode acreditar que os jogadores estão otimistas. Todos estão falando a mesma coisa. Há plenas possibilidades de inversão do placar no Mineirão. É difícil? É. O Atlético-MG tem um bom time? Tem. Mas o Cruzeiro está fazendo uma campanha muito boa neste ano. Disputar duas competições importantes paralelamente é difícil, mas é possível, sim.
Para ser campeão da Copa do Brasil, o Cruzeiro precisa vencer o Atlético-MG, dia 26, no Mineirão, por três gols de diferença. Se ganhar por 2 a 0, a decisão será nos pênaltis. Se for vazado uma vez, terá de marcar quatro, já que existe a vantagem de fazer gol fora de casa.

Reportagem: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/cruzeiro/noticia/2014/11/cruzeirenses-revelam-conversa-otimista-no-vestiario-apos-derrota.html

Tags

0 Comentários “Após conversa em vestiário, Cruzeiro fica otimista e acredita em virada no jogo de volta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Em ano de Eleições Municipais, qual a sua nota para atual gestão política de São Gotardo? (Prefeitura e Câmara de Vereadores)

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...