Atlético Mineiro vence Internacional e é o novo líder do Campeonato Brasileiro

Depois de 11 rodadas, o Campeonato Brasileiro tem novo líder. Pelo que vem demonstrando na competição, seria justo que o Atlético assumisse a ponta, sobretudo depois de grande atuação fora de casa. Com futebol envolvente no segundo tempo, o Galo encerrou um tabu de 29 anos sem vencer o Internacional no Sul com o triunfo por 3 a 1, ontem à noite, no Beira-Rio, completando a terceira vitória consecutiva. Com o resultado, o alvinegro chegou a 23 pontos, como o Grêmio, mas se garante em primeiro graças ao melhor saldo de gols.

Os jogadores se mostraram satisfeitos com o desempenho, mas destacaram a importância de conquistar mais três pontos na quarta-feira, sobre o Sport, no Mineirão. Com a equipe confiante, cresce a expectativa de grande público no Gigante da Pampulha, e até de novo recorde do Brasileiro, que pertence ao próprio Atlético (55.987 torcedores, na vitória sobre o Joinville por 1 a 0). Mais de 11 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente.

O jejum diante do Colorado em Porto Alegre era o mais longo do Galo nos confrontos com os times que disputam o Brasileiro. O segredo foi saber segurar a pressão inicial dos donos da casa e se beneficiar das circunstâncias do jogo. Para os atleticanos, a expulsão do armador Anderson no começo do segundo tempo – depois de xingar um dos assistentes – foi determinante. “Soubemos aproveitar a vantagem de ter um jogador a mais e conseguimos manter o nível das últimas partidas. O lado coletivo funcionou bem. Somos um time muito técnico e isso dificultou a marcação do Internacional”, avaliou o atacante Thiago Ribeiro, que deixou sua marca no segundo tempo.

Se Thiago Ribeiro foi o melhor em campo na vitória sobre o Santos por 2 a 0, no Independência, ontem foi a vez de Maicosuel se destacar. Em evolução, ele marcou duas vezes em jogadas bem trabalhadas por todo o time. Fizeram a diferença sua força no contra-ataque e o acerto nas finalizações. Ele foi econômico nas palavras depois da partida: “Já estava merecendo uma atuação impecável, por tudo que vinha me dedicando. Felizmente, hoje (ontem) eu consegui jogar muito bem”.

Apesar do bom momento, o futuro do jogador na Cidade do Galo é incerto: seu nome foi especulado numa possível transferência para o futebol árabe. Ele desconversa: “Sempre deixei claro que gostaria de ficar. Quero escrever minha história neste clube, até porque tenho mais quatro anos de contrato”.

Dono do melhor ataque do Brasileiro, com 24 gols, o Galo volta à liderança depois de quase dois anos. A última vez que havia ocupado o posto foi na 21ª rodada da edição de 2012. Naquele campeonato, o time, então comandado por Cuca, manteve-se na ponta por 15 rodadas consecutivas, mas acabou superado pelo Fluminense. Em 2013, a melhor posição foi um quinto lugar. Na temporada passada, o Atlético chegou a ficar em terceiro, na 31ª rodada.

FULMINANTE

O primeiro tempo foi equilibrado, com chances para os dois lados. No segundo, depois da expulsão de Anderson, o Galo soube organizar melhor o jogo e chegou à vitória com relativa facilidade. Não seria exagero se marcasse mais um ou dois gols, tamanha a superioridade frente aos gaúchos, que antes haviam sido goleados pelo Sport por 3 a 0, no Recife – na semana que vem, eles enfrentam o Tigres pelas semifinais da Copa Libertadores, em Porto Alegre.

INTERNACIONAL 1 X 3 ATLÉTICO

Internacional
Muriel; William, Alan Costa, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Nílton, Anderson e D’Alessandro; Jorge Henrique (Alisson Farias 16 do 2º) e Lisandro López. Técnico: Diego Aguirre

Atlético
Victor; Carlos César (Danilo Pires 20 do 2º), Edcarlos, Jemerson e Douglas Santos (Pedro Botelho 36 do 2º); Leandro Donizete (Josué 20 do 2º), Rafael Carioca, Giovanni Augusto e Maicosuel; Thiago Ribeiro e Lucas Pratto. Técnico: Levir Culpi

Estádio: Beira-Rio
Gols: Maicosuel 13 e 31, Thiago Ribeiro 33 e Lisandro López 40 do 2º
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Rogério Pablo Zanardo (SP)
Cartão amarelo: D’Alessandro, Leandro Donizete, Carlos César e Edcarlos
Cartão vermelho: Anderson
Pagantes: 16.612
Renda: R$ 438.900

 

Atlético é franco candidato ao título de Campeão Brasileiro 2015/Foto: Portal G1

Reportagem: http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2015/07/06/noticia_atletico_mg,314177/lideranca-trilegal.shtml

0 Comentários “Atlético Mineiro vence Internacional e é o novo líder do Campeonato Brasileiro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

O Portal SG AGORA quer saber, você é a favor, contra ou indiferente ao fechamento do comércio local considerado não essencial em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...