Barbosa compara momento brasileiro com eventos históricos que derrubaram governos

O ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa fez uma série de relatos em sua conta no Twitter comparando o atual momento brasileiro com eventos históricos que derrubaram governos. Sem deixar claro se defendia ou não o impeachment da presidente Dilma, Barbosa disse que suas declarações se referem às “voltas” e “peças” que a história “dá e aplica”.

Em uma série de postagens, Barbosa citou a Revolução Francesa, a Proclamação da República e a queda do regime czarista na Rússia, com a Revolução Russa.

As mensagens foram postadas na madrugada desta quarta-feira (11).

“Vamos mudar de assunto? Que tal falarmos um pouco de História? Acho importante no momento atual. Farei 3 singelos posts, p reflexão.

1) quem diria em maio de 1789 que aquele convescote estranho realizado em Versalhes iria desembocar na terrível revolucão francesa?

2) em 15/11/1889, nem mesmo o general Deodoro da Fonseca tinha em mente derrubar o regime imperial sob o qual o Brasil vivia. Aconteceu.

3) nem o mais radical bolchevique imaginaria lá pelos idos de 1914 que a 1a guerra mundial facilitaria a queda do regime czarista da Rússia

Por que fiz esses 3 últimos posts sobre História? Porque no Brasil pouca gente pensa nas “voltas” e nas “peças” que a História dá e aplica.”

No primeiro caso, o ex-ministro se refere à uma festa promovida na França, que teria ocasionado a Revolução Francesa. A realeza costumava ostentar sua riqueza, enquanto a população passava fome. Uma dessas festas, em particular, teria sido o ápice para a eclosão de revoltas populares em todo o País.

Na Proclamação da República, no Brasil, o marechal Deodoro da Fonseca dirigiu suas forças militares insurgentes apenas para derrubar o então chefe do Gabinete Imperial, o Visconde de Ouro Preto. Ao saber da deposição de Ouro Preto, Dom Pedro 2º teria nomeado um desafeto político do marechal para o cargo, que equivale a uma espécie de primeiro-ministro. Neste momento, Deodoro da Fonseca optou por aderir à causa republicana, destituindo o imperador do cargo e assumindo o posto de primeiro presidente do País.

Ao falar da queda do regime czarista na Rússia, Barbosa faz alusão aos bolcheviques. O grupo era contrário ao regime monárquico, e, com a Primeira Guerra Mundial, o czar se enfraqueceu, abrindo caminho para a Revolução Russa.

Barbosa também disse ser chocante a programação exibida pela TV Câmara nesta terça-feira (10), quando Pedro Barusco, ex-diretor da Petrobras, prestou depoimento na CPI da estatal.
Reportagem: http://noticias.r7.com/brasil/barbosa-compara-momento-brasileiro-com-eventos-historicos-que-derrubaram-governos-11032015

Tags

0 Comentários “Barbosa compara momento brasileiro com eventos históricos que derrubaram governos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Em ano de Eleições Municipais, qual a sua nota para atual gestão política de São Gotardo? (Prefeitura e Câmara de Vereadores)

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...