Botijão de gás pode ficar entre R$ 150 e R$ 200 este ano, dizem revendedores

Foto Capa: Wagner Santana

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de Gás Liquefeito do Petróleo (Asmirg), Alexandre Borjaili, ponderou que o preço do gás de cozinha pode bater a casa dos R$ 150 – ou mesmo R$ 200, ainda este ano.

Em entrevista ao site Metrópoles, Borjaili criticou a política de preços da Petrobras, principal produtora do país, e avaliou que quem sai mais prejudicado com os aumentos consecutivos do GLP são as famílias de baixa renda.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Se persistirem esses aumentos consecutivos, sem limites, a previsão é de que o gás de cozinha chegue logo a R$ 150. Vai ser um pulo. Já para chegar a R$ 200 depende dessa política de preços”, disse.

Dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) atualizados nessa segunda-feira (11) apontam que, em média, o consumidor paga R$ 75,04 por um botijão de 13kg. Na máxima, o valor chega a R$ 105. Em São Gotardo, a média do valor do gás de cozinha é de R$85,00.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

.

Reportagem: Portal Diário Online / Link Original: https://www.diarioonline.com.br/noticias/brasil/624172/botijao-de-gas-pode-ficar-entre-r-150-e-r-200-este-ano-dizem-revendedores?fbclid=IwAR01U7qFW6kesytY-BTfc1Dvn3YIWXd8pgb4f8SwY2UR4U5mmQ3FuoGpnjw / Foto Capa: Wagner Santana

Tags

0 Comentários “Botijão de gás pode ficar entre R$ 150 e R$ 200 este ano, dizem revendedores”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

O Portal SG AGORA quer saber, você é a favor, contra ou indiferente ao fechamento do comércio local considerado não essencial em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...