Cão “Preguiçoso” não resiste e acaba morrendo e ASPA organiza manifestação pacífica

Infelizmente, o cãozinho que foi atingido por um golpe de facada na tarde desta quinta-feira(12/03) em São Gotardo, não resistiu ao ferimento e acabou falecendo na clínica veterinária. “Preguiçoso” como era chamado, até tentou lutar pela vida, mais não resistiu devido a quantidade de sangue que perdeu após levar a facada.

Uma manifestação pacífica e organizada pela ASPA, acontece em frente ao açougue de onde teria saído a pessoa que acertou o animal. O local estava aberto, mais foi fechado após o início da manifestação. Os organizadores do evento, prometem ficar o dia todo em frente o local do ato,  em prol do cãozinho que acabou falecendo.

A Associação Sangotardense de Proteção Animal, luta incansavelmente para cuidar e arrumar lares e medicamentos para os cães e gatos de rua de São Gotardo. A Associação pede, que caso você seja incomodado por algum animal próximo a sua casa, comércio ou rua, que entre em contato na ASPA, para que um lar possa ser procurado para este animal. Usar de violência contra animais é crime e pode gerar multa e prisão para o responsável.

Ainda é desconhecido o motivo que teria levado a pessoa responsável pelo crime, a cometer tal ato.

Leia mais sobre a reportagem em: http://www.sgagora.com.br/sg/cachorro-leva-facada-de-acougueiro-em-sao-gotardo/

Confiram as fotos da manifestação pacífica:

(NÃO DIVULGAREMOS O NOME DO AÇOUGUE, PARA PRESERVAR OS FAMILIARES DOS ENVOLVIDOS, ESTA SEMPRE FOI A POLÍTICA DE ÉTICA DO SG AGORA)

 

Fotos fornecidas pela ASPA

Tags

2 Comentários “Cão “Preguiçoso” não resiste e acaba morrendo e ASPA organiza manifestação pacífica”

  1. Tamires disse:

    Infelizmente não pude deixar de dar MINHA OPINIÃO. E antes de tudo quero deixar claro que não conheço os proprietários do açougue. Mas acredito que quem cometeu esse crime deve sim pagar, com pena e fiança… Porém até onde sei, não foi o proprietário do açougue que esfaqueou o cachorro. Então essa manifestação deveria ser em frente na casa do autor do crime e não do açougue. E discordo completamente da mocinha que está com o cartaz ” Não compre carne na casa de casa Fidelis”. Afinal, o que o proprietário tem a ver com isso? O negócio dele vai ser afetado por culpa de um funcionário? E o SG Agora colou esclarecidamente no final da matéria que iria divulgar o nome do açougue, mas a imagem está bem clara.

    • David disse:

      Cada um tem um pensamento, se a pessoa é capaz de matar um animal ela pode ser capaz de alimentar da carne desse animal ou ate mesmo se alimentar. SÓ ACHO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Em ano de Eleições Municipais, qual a sua nota para atual gestão política de São Gotardo? (Prefeitura e Câmara de Vereadores)

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...