Com Mineirão dividido, Cruzeiro e Atlético aquecem início de 2017 com superclássico

Em 2017, o jogo que todos esperam será já no início da temporada. E melhor: com o estádio dividido – 27 mil ingressos foram disponibilizados para o Cruzeiro e outros 27 mil para o Atlético. Metade celeste, metade alvinegro, o Mineirão receberá nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), um clássico à moda antiga. Além do estádio cheio, a partida ‘prematura’, válida pela rodada inicial da Primeira Liga, foi apimentada por contratações que empolgaram as torcidas e pela expectativa de um ano vencedor.

 Nos últimos anos, o clássico ocorreu no início do ano apenas em duas oportunidades. Em 2009, o Cruzeiro venceu por 4 a 2, em jogo válido pelo Torneio de Verão. no Uruguai. A reabertura do Mineirão, em 3 de fevereiro de 2013, terminou em novo triunfo celeste, desta vez por 2 a 1.
Com elencos reforçados e torcidas empolgadas por conta das recentes contratações de Elias (Atlético), Thiago Neves e Lucas Silva (Cruzeiro) – que ainda não têm condições de jogo -, as equipes tentam ganhar moral já no início de 2017.
Cruzeiro
Depois de estrear no Campeonato Mineiro com vitória por 2 a 1 sobre o Villa Nova, o Cruzeiro volta as atenções para a Primeira Liga já num clássico diante do Atlético. Mais que a vitória num jogo importante, a equipe celeste tentará manter uma invencibilidade de dois anos sobre o maior rival.

Mano Menezes não confirmou o time titular e indicou que poderá começar a “rodar o grupo”, já que terá uma sequência agitada de compromissos – se passar da primeira fase da Copa do Brasil, a equipe terá um jogo a cada três dias até 1º de março.

“Estamos estabelecendo critérios para suportar o número de jogos que teremos em curto espaço de tempo. Não sabemos o time que vamos enfrentar na quarta-feira e também não vamos entregar para eles o nosso time. Temos duas equipes de qualidade. Então, independentemente de quem for entrar, tem condição de fazer bom papel”, disse o comandante logo após a estreia no Estadual”, disse.

Substituído no segundo tempo do jogo contra o Villa com dores no joelho esquerdo, o meia-atacante Alisson participou normalmente do treino regenerativo de segunda-feira e do aquecimento da atividade dessa terça-feira, único exercício ao qual a imprensa teve acesso na Toca da Raposa II. Se quiser preservar o jovem atleta, que tem histórico recente de muitas lesões, Mano tem à disposição Elber e Rafinha.

A principal expectativa do torcedor cruzeirense era pela estreia do meia Thiago Neves, principal contratação da temporada. O jogador, porém, ainda não terá condições de atuar nesta quarta-feira. Ele depende da troca de documentação com o Al Jazira, seu ex-clube, e a publicação de seu nome no Boletim Informativo Diário (BID), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Atlético
O técnico Roger Machado terá problemas para escalar o Galo para o clássico. O ataque estará desfalcado de Robinho (lesionado), Luan (poupado por dores) e Fred (suspenso). O trio estava no time titular durante a pré-temporada.

O gaúcho fechou a última atividade do Atlético antes do clássico e não revelou a equipe que entrará em campo. Otero, que foi titular na estreia do Campeonato Mineiro contra o América-TO, deve continuar na vaga de Robinho. Lucas Pratto substituirá Fred. Já Clayton, que também jogou contra a equipe de Teófilo Otoni, briga com Maicosuel pelo lugar no time.

O clássico será a segunda partida oficial de Roger Machado no comando do Atlético. O treinador tem pela frente um jogo importante para testar a compactação e a organização defensiva da equipe, tópicos prioritários da pré-temporada na Cidade do Galo. O técnico, porém, lamentou ter de disputar um jogo tão importante logo no início do ano.

“Às vezes, quem faz o calendário não pensa no treinador um pouquinho. Medir força no começo da temporada, talvez, não era o ideal. Mas faz parte. A gente tem de dizer para a torcida que vamos jogar da melhor forma possível para vencer. Envolve a paixão das duas equipes, independentemente de estar no começo, meio ou final de um trabalho. É preciso encarar com muita seriedade”, disse o comandante.

CRUZEIRO X ATLÉTICO

Cruzeiro

Rafael; Ezequiel, Leo, Manoel e Diogo Barbosa; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Arrascaeta e Alisson (Rafinha); Rafael Sobis. Técnico: Mano Menezes.

Atlético

Giovanni; Marcos Rocha, Gabriel, Felipe Santana e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago, Maicosuel, Cazares e Otero; Lucas Pratto. Técnico: Roger Machado

Motivo: 1ª rodada do Grupo C da Primeira Liga

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e hora: 1º de fevereiro (quarta-feira), às 19h30
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (MG)
Assistentes: Luiz Antônio Barbosa (MG) e Felipe Alan de Oliveira (MG)

Tags

0 Comentários “Com Mineirão dividido, Cruzeiro e Atlético aquecem início de 2017 com superclássico”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual foi o melhor show da FENACEN 2019?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...