COPASA explica como é o processo de tratamento de água em São Gotardo e promete processar site por difamação

Foto: Google

Nesta quinta-feira (20/08), o Portal SG AGORA recebeu uma nota de esclarecimento da COPASA explicando como funciona o processo de tratamento de água em nossa cidade até chegar em nossas casas. Após vários problemas da Companhia em São Gotardo, a população havia questionado e muito a qualidade da água servida em nossa cidade.

A Companhia aproveitou e explicou sobre uma matéria postada por um site político da região Centro Oeste, onde o mesmo afirmou que a água servida em São Gotardo seria de péssima qualidade. A nota explicativa foi repassada pela assessoria de impresa da COPASA.

Confiram a nota na integra e entenda mais sobre a água que chega até as casas de São Gotardo fornecida pela COPASA:

Em São Gotardo, assim como em todos os municípios atendidos pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) no Estado, o processo de controle de qualidade da água distribuída à população passa por rigorosos processos de análises, para atender a todos os critérios estabelecidos pela Portaria nº 2.974/2011, do Ministério da Saúde.
O sistema de tratamento de água de São Gotardo utiliza a captação superficial por meio de barragem de acumulação com tomada direta junto ao córrego Confusão. Uma estação de tratamento do tipo convencional purifica a água durante processos de oxidação, coagulação, floculação, decantação, filtração, desinfecção e fluoretação.
Frequentemente são realizados testes com amostras físicas, químicas, bacteriológicas e hidrobiológicas que certificam a potabilidade da água tratada. Também são feitas coletas diárias na saída da Estação de Tratamento (ETA) e semanalmente em pontos estratégicos de distribuição, para evitar a presença de substâncias químicas, físicas e de micro-organismos prejudiciais à saúde.
Comprovando a transparência desse processo, os resultados dessas análises são enviados, mensalmente, às secretarias municipais e diretorias regionais de Saúde. Essas informações são disponibilizadas, também, no verso da fatura que chega à casa do consumidor.
Para garantir ainda mais a qualidade do produto distribuído, a Copasa implantou, no sistema de abastecimento de São Gotardo, o Plano de Segurança da Água, uma nova ferramenta de gestão dos recursos hídricos, que visa o monitoramento do manancial desde a nascente até a captação da empresa.
Além disso, a Companhia fez investimentos na bacia do Córrego Confusão, que contemplaram a construção de 176 bolsões às margens do córrego, implantação de 12 mil metros de curva de nível, cercamento de nascentes, além do plantio de mudas em Área de Preservação Permanente (APP).
Todas essas medidas implementadas em São Gotardo, comprovam o cuidado da Copasa com a água distribuída na cidade, refutando as informações divulgadas no site Centro-Oeste Urgente que afirmam que a água do balneário que abastece o município estaria contaminada por resíduos cancerígenos de agrotóxicos.
Por determinação do Ministério Público, foi realizada perícia com o intuito de avaliar a qualidade da água de abastecimento público do município, a fim de constatar eventual perigo de contaminação por agrotóxicos utilizados em atividades agrícolas na região. Conforme laudo pericial, na ocasião da vistoria foram realizadas análises laboratoriais dos parâmetros mencionados e todos se enquadram à legislação de potabilidade vigente (Portaria do Ministério da Saúde nº 2914/2011.
A Copasa informa que a matéria divulgada no site Centro-Oeste Urgente não condiz com a realidade. A água fornecida à população de São Gotardo passa por rigoroso controle de qualidade e está dentro dos padrões de potabilidade definidos pelo Ministério da Saúde, conforme já foi atestado inclusive pelo Ministério Público.
A Companhia adotará medidas judiciais contra o proprietário do site, que, segundo apuração, utiliza-se desse mecanismo para difamar pessoas e empresas e responde, atualmente, a 23 processos judiciais por dívidas com a Fazenda Pública e empresas particulares, afora outros por calúnia e difamação.
A atuação da Copasa, ao longo dos anos, no Córrego Confusão, aliadas às ações implementadas no sistema de distribuição, fizeram com que São Gotardo superasse a maior estiagem dos últimos 80 anos sem nenhum tipo de racionamento de água, nem comprometimento da água distribuída, comprovando a qualidade dos serviços prestados à população.

Foto:Google

 

Fonte da reportagem: Assessoria de Imprensa da COPASA

0 Comentários “COPASA explica como é o processo de tratamento de água em São Gotardo e promete processar site por difamação”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual nota você avalia o trabalho da Prefeitura Municipal de São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...