Em Rio Paranaíba, câmara recebe denúncia da população contra vice-prefeito

Moradores de Rio Paranaíba, no Alto Paranaíba, encaminharam para a Câmara de Vereadores uma denúncia contra o vice-prefeito, Marcelo Barbosa (PRB), sobre pagamentos indevidos para uma empresa de telefonia. A assessoria da Câmara informou que foi aprovada nesta uma Comissão para investigar o caso.

Em explicação, Barbosa, que disse que os pagamentos foram feitos quando ele assumiu a Administração Municipal em 2014, quando o prefeito foi afastado do cargo. Segundo ele, uma empresa de cobrança ligou afirmando que este seria um pagamento precatório, ou seja, aquele que é obrigatório em virtude de uma decisão judicial.

A denúncia afirma que o vice-prefeito pagou um valor de R$ 104.000, em quatro prestações de forma indevida para uma empresa de telefonia. De acordo com Barbosa, na época ele não estava na cidade e autorizou o pagamento por telefone. “A procuradora do Município recebeu um telefonema falando que teria um pagamento precatório de uma companhia de telefone. Naquele momento ela me ligou e eu estava fora da cidade. Eu perguntei sobre o que se tratava, e ela disse que se não pagasse, todas as contas da Prefeitura seriam bloqueadas. Como ela tem conhecimento jurídico, eu autorizei e ela pagou em quatro parcelas”, informou.

De acordo com Barbosa, ao retornar de viagem, ele foi em busca da decisão judicial que determinou o pagamento do precatório, porém não localizou.

“Quando eu retornei e perguntei para à procuradora sobre o documento, ela disse que tudo teria sido feito por e-mail e foi quando percebemos que o pagamento não tinha sido correto, ela também reconheceu que tinha algum problema. Chamei o antigo procurador do Município, perguntei se tinha algum precatório de telefonia para ser pago, ele olhou e afirmou que aquilo era um golpe, parecendo estelionato”, contou.

comprovante_rio_paranaiba
Comprovante de uma das parcelas do depósito(Foto: Marcelo Barbosa/Arquivo)

Ainda de acordo com o vice-prefeito, foram convocados servidores e realizado um levantamento para apurar o que realmente aconteceu. “Eles encerraram o procedimento e disseram que não houve dolo por parte dos servidores e que ninguém se beneficiou com esse dinheiro”, acrescentou.

Barbosa informou que chegou a registrar Boletim de Ocorrência e que abriu procedimento administrativo para apurar o fato.
Porém, de acordo com o documento encaminhando por moradores à Câmara, a suspeita de estelionato é uma ‘tentativa de ludibriar a população’, já que, segundo denúncia, o pagamento foi feito sem nenhum documento enviado pela empresa que comprovasse a despesa. Marcelo diz que possui a cópia da transferência dos valores.

“Eu fiz o que me era possível, porque era da minha parte. Agora segue na mão da justiça para apurar. A gente entende que o Município não pode ficar no prejuízo, não estou sendo omisso. Agora a Câmara acatou e eu achei bom porque é o dever do Legislativo fiscalizar e investigar.
Eu espero que a Câmara passe essa investigação com transparência e que não seja um ato meramente político. Tenho certeza que no final dessa apuração, a verdade vai aflorar”, afirmou.

De acordo com a assessoria da Câmara, a aprovação da Comissão para investigar o caso ganhou de cinco votos a quatro. A Comissão será formada por três vereadores que irá investigar as denúncias. A expectativa é que em 30 dias a Comissão irá emitir um relatório que será lido no cenário.

Vice-prefeito chegou a registrar um Boletim de Ocorrência

Reportagem: http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2015/07/camara-recebe-denuncia-contra-vice-prefeito-em-rio-paranaiba.html

0 Comentários “Em Rio Paranaíba, câmara recebe denúncia da população contra vice-prefeito”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual foi o melhor show da FENACEN 2019?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...