Embalado pelo Penta, Cruzeiro empata com o líder do brasileiro e segue em quinto lugar na competição

Foto Capa: Ramon Lisboa/EM D.A Press
Foto Capa: Ramon Lisboa/EM D.A Press

Depois de comemorar muito o pentacampeonato da Copa do Brasil, com direito a festa em boate na última quinta-feira, o Cruzeiro respirou fundo e voltou a se concentrar no Campeonato Brasileiro. Logo de cara, veio um adversário difícil neste domingo, no Mineirão, pela 26ª rodada: o líder Corinthians. Em duelo de poucas oportunidades, a Raposa fez 1 a 0 no primeiro tempo, gol de cabeça de Rafinha, e parecia segurar o resultado até o fim. Contudo, os paulistas empataram em cobrança de pênalti de Clayson, aos 39min do segundo tempo. O Timão ainda reclamou de um gol anulado do paraguaio Balbuena, no começo da etapa final.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou a 41 pontos e continuou em quinto lugar no Brasileiro. O Botafogo, que poderia superá-lo, perdeu do Vitória de virada por 3 a 2, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Assim, apenas o Flamengo – entra em campo contra a Ponte Preta às 20h desta segunda, no Moisés Lucarelli, em Campinas – tem chances de ultrapassar o clube celeste na classificação.

O Cruzeiro voltará a campo no próximo sábado, às 16h, contra a Ponte Preta. O jogo da 28ª rodada foi antecipado a pedido do próprio clube celeste, já que o Mineirão, palco desse duelo, receberá show do cantor Paul McCartney em 17 de outubro (terça-feira), dois dias depois da data de origem. Pela 27ª rodada, o rival será o Grêmio, às 21h45 de 11 de outubro (quarta-feira), na Arena do Grêmio. Nesse mesmo dia, às 21h, o Corinthians – líder absoluto com 55 pontos – receberá o Coritiba no Itaquerão, em São Paulo.

Confira os melhores momentos da partida:

O jogo

Um bom público prestigiou o encontro entre o campeão da Copa do Brasil de 2017 e o líder do Brasileiro. Quase 30 mil torcedores estiveram no estádio na tarde deste domingo e acompanharam um jogo movimentado e ao mesmo tempo truncado.

O Cruzeiro fez valer a condição de mandante e partiu para cima no início da partida. Com mais posse de bola – chegou a ter 65% –, o time de Mano Menezes finalizou três vezes em 20 minutos. Os dois primeiros chutes, de fora da área, não foram tão perigosos – Henrique mandou por cima e Lucas Romero acertou o meio do gol. O terceiro teve endereço certo. Não foi de pé, e sim de cabeça. E de um baixinho de apenas 1,67m. Aos 19min, Rafinha recebeu cruzamento de Diogo Barbosa, ganhou de Guilherme Arana pelo alto e testou firme, sem chances para Cássio: 1 a 0.

Depois de fazer o gol, o Cruzeiro diminuiu o ímpeto. Foi a vez do Corinthians dominar a posse de bola. Só que não houve muitas chances claras. Os paulistas chegaram aos 23min, em chute cruzado de Gabriel. Fábio espalmou. Aos 42min, Kazim balançou a rede depois de assistência de Jadson, mas estava em posição de impedimento. O auxiliar de arbitragem Bruno Boschilia acertou na marcação.

No segundo tempo, o Corinthians voltou a ter um gol anulado. Maycon cobrou falta para a grande área e Balbuena cabeceou para as redes. O assistente número dois, Victor Hugo Imazu dos Santos, levantou a bandeira. O lance era milimétrico, porém o defensor corintiano estava na mesma linha que Leo, zagueiro do Cruzeiro.

Aos 16min, Rodriguinho tabelou com Kazim e bateu forte da entrada da área. Fábio, em grande fase, saltou no canto direito e defendeu de mão trocada. Depois desse lance, o confronto caiu de qualidade. O Cruzeiro até esteve próximo da grande área adversária, mas não conseguiu assustar Cássio. Já o Corinthians, que parecia estar entregue, conseguiu a igualdade aos 39min. Em dividida com Kazim, Murilo tocou com o braço na bola e cometeu pênalti. Clayson, que entrara no decorrer da etapa complementar, cobrou no meio do gol. Dessa vez não deu para Fábio, que saltou para o canto direito. Placar final: 1 a 1.

CRUZEIRO 1X1 CORINTHIANS

CRUZEIRO
Fábio; Ezequiel, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Romero, Rafinha e Thiago Neves (Lucas Silva, aos 28min do 2ºT); Alisson (Elber, aos 38min do 2ºT) e Rafael Sobis (Arrascaeta, aos 20min do 2ºT)
Técnico: Mano Menezes

CORINTHIANS
Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Clayson, aos 17min do 2ºT) e Maycon (Camacho, aos 30min do 2ºT); Jadson (Marquinhos Gabriel, no intervalo), Rodriguinho e Ángel Romero; Kazim
Técnico: Fábio Carille

Gols: Rafinha, aos 19min do 1ºT (CRU); Clayson, aos 39min do 2ºT (COR)
Cartões amarelos: Rafael Sobis, aos 36min do 1ºT. Leo, aos 2min, Arrascaeta, aos 42min do 2ºT (CRU); Balbuena, aos 22min, Fagner, aos 29min, Guilherme Arana, aos 46min, Ángel Romero, aos 47min do 2ºT (COR)
Motivo: 26ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Mineirão
Data: domingo, 1º de outubro de 2017
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
Assistentes adicionais: Paulo Roberto Alves Junior (PR) e Fábio Filipus (PR)
Pagantes: 26.838
Presentes: 29.556
Renda: R$ 753.704,00

 

Reportagem Original: http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2017/10/01/noticia_cruzeiro,432494/na-ressaca-do-penta-cruzeiro-empata-com-corinthians-e-segue-em-5.shtml / Foto Capa: Ramon Lisboa/EM D.A Press / Vídeo Youtube: BDV Football

Tags

0 Comentários “Embalado pelo Penta, Cruzeiro empata com o líder do brasileiro e segue em quinto lugar na competição”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *