Reunião sobre a divisão de Guarda dos Ferreiros acontece e Promotor exige Plebiscito

Após uma segunda reunião repleta de promessas políticas e pouca ação por parte dos governantes de São Gotardo e Rio Paranaíba sobre a divisão do Distrito de Guarda dos Ferreiros, uma nova reunião aconteceu no próprio Distrito na manhã desta última sexta-feira (13/11) e mais uma vez, as propostas apresentadas pela comissão criada no dia 09 de outubro com medidas provisórias e a médio prazo sobre os constantes problemas enfrentados em Guarda dos Ferreiros, não agradaram os representantes dos Ministérios Públicos de Rio Paranaíba e São Gotardo, Dr. José Geraldo de Oliveira Silva Rocha e Dr. Sérgio Álvares Contagem. O Promotor de Rio Paranaíba foi mais longe e ficou “indignado” com as propostas lidas pelo vice-prefeito de São Gotardo Carlos Camargos.

A terceira reunião sobre a divisão do Distrito de Guarda dos Ferreiros, foi marcada após um avanço considerável entre São Gotardo e Rio Paranaíba na segunda reunião que aconteceu no dia 09 de Outubro. Na ocasião, o prefeito de São Gotardo Seiji Sekita propôs um Plebiscito, onde a própria população decidiria a qual cidade desejaria pertencer. O prefeito da cidade de Rio Paranaíba, Márcio Antônio Pereira, confessou na reunião que a logística realmente favorecia São Gotardo em vários aspectos para cuidar do Distrito, porem não abriu mão em ceder toda a parte pertencente a Rio Paranaíba que corta Guarda dos Ferreiros.

Reunião sobre a divisão de Guarda dos Ferreiros
Poucos políticos estiveram presentes na terceira reunião em Guarda dos Ferreiros

Com a esperança de ver propostas e ações já sendo feitas em prol de Guarda dos Ferreiros, a população do Distrito compareceu em bom número no salão da Associação dos Moradores de Guarda dos Ferreiros. Os moradores esperavam a possibilidade do Plebiscito ser realizado e também uma proposta para os problemas emergenciais vividos em Guarda dos Ferreiros, porem, a única proposta considerável apresentada pela comissão foi a de “Gestão Compartilhada com o Termo de Cooperação entre os Municípios de São Gotardo e Rio Paranaíba”. Na proposta da “Gestão”, a ideia é que São Gotardo e Rio Paranaíba dividam os problemas emergenciais no Distrito e que cada uma assuma suas responsabilidades ou que pague para que a outra cidade assuma um compromisso não cumprindo por ambas as cidades. Para exemplificar a proposta, o lixo que hoje é um caos sobre de quem é a responsabilidade em realizar a coleta, seria destinado todo a São Gotardo, devido a logística, e, Rio Paranaíba compensaria São Gotardo financeiramente pelo serviço prestado na “Gestão Compartilhada”. Ainda de acordo com as propostas da Comissão, a possibilidade do Plebiscito demandaria de muito tempo e os problemas emergenciais vividos no Distrito não poderiam esperar por uma decisão popular e Judicial. O vice-prefeito Carlos Camargos citou o exemplo de Belo Horizonte, Betim e Contagem, que dividem o mesmo espaço geográfico e conseguem administrar bem os problemas de saneamento, saúde, esgoto, educação, entre outros.

IMG_9066
Promotor Dr. José Geraldo de Oliveira Silva Rocha, literalmente "rasgou o verbo"

Após as propostas serem apresentadas pela Comissão criada na segunda reunião, o Promotor de Rio Paranaíba Dr. José Geraldo de Oliveira Silva Rocha, literalmente “rasgou o verbo” e ficou indignado com as propostas apresentadas pela Comissão. De acordo com o Promotor, toda e qualquer iniciativa é trabalhosa e demanda de esforço entre todas as partes. O Promotor manteve a esperança da população de Guarda dos Ferreiros presentes na reunião e exigiu que a data e a realização do Plebiscito seja definida. Compartilhando a mesma opinião do companheiro do Ministério Público, o promotor de justiça de São Gotardo Dr. Sérgio Álvares Contagem, definiu uma nova reunião em Guarda dos Ferreiros, para que a Comissão apresente os resultados da “Gestão Compartilhada e também a data do Plebiscito para que a população decida a quem deseja pertencer. A Polícia Militar também foi ouvida e, como sugestão emergencial, os promotores pediram aos políticos encaminhassem um documento ao comando maior da PM, para que fosse designado o efetivo de mais dois policiais para atuarem no Distrito de Guarda dos Ferreiros.

Após as palavras dos Promotores, os dois prefeitos de São Gotardo e Rio Paranaíba falaram sobre a data e realização do Plebiscito e também sobre o acordo da “Gestão Compartilhada”. A data da terceira reunião também foi marcada. O Portal SG AGORA gravou os melhores momentos da reunião e ainda hoje o vídeo será publicado para a apreciação de todos nossos Leitores. Vários outros assuntos foram tratados na terceira reunião e todos nossos Leitores acompanharão com exclusividade no Portal SG AGORA. A data da terceira reunião e a bronca sincera do Promotor de Justiça de Rio Paranaíba também serão publicados. Fiquem “ligados”.

Confiram as fotos da 2 Reunião pedida pelo Ministério Público sobre o Distrito de Guarda dos Ferreiros:

 

Reportagem e fotos: Portal SG AGORA / Texto: Diego Oliveira

Um comentário em “Reunião sobre a divisão de Guarda dos Ferreiros acontece e Promotor exige Plebiscito”

  1. marcos disse:

    boa noite ?a minha pergunta quantas pessoas mora neste distrito de guarda dos ferreiro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Que tipo de conteúdo ou tema você gostaria de ler no Portal SG AGORA?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...