Polícia da Indonésia queima maconha apreendida e deixa cidade “chapada”

A luta da polícia contra as drogas e o combate ao tráfico é frequente, noticiada todos os dias nos programas policiais e jornalísticos da TV.

Habitualmente, grandes apreensões de drogas e entorpecentes são realizadas, e, geralmente, é preciso destruí-las de forma eficaz.

Geralmente, a incineração é utilizada para sumir com os vestígios do material ilícito. Porém, um caso ocorrido na Indonésia causou grande desconforto para os moradores de uma vizinhança.

No início do mês, em Jacarta Ocidental, a polícia decidiu incinerar 3,3 toneladas de maconha apreendida em uma área externa da delegacia. Os policiais protegeram-se com máscaras, mas esqueceram de avisar a população. Na verdade, o local escolhido foi inapropriado devido ao grande volume.

O resultado foi uma névoa densa da erva, que acabou cobrindo grande parte da região, incomodando os moradores da redondeza. Muitos experimentaram os efeitos alucinógenos da droga, bem como sintomas de tontura e dores de cabeça.

Além da maconha, ainda seriam queimados 1,8 kg de metanfetamina e quase 3 mil cápsulas de ecstasy. Após o incidente, a polícia sentiu-se constrangida e resolveu destruir as outras drogas através de trituração, evitando queimá-las.

 

Reportagem: http://www.jornalciencia.com/sociedade/diversos/4722-policia-da-indonesia-deixa-cidade-chapada-apos-queimar-3-toneladas-de-maconha-de-forma-deliberada

0 Comentários “Polícia da Indonésia queima maconha apreendida e deixa cidade “chapada””

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Em ano de Eleições Municipais, qual a sua nota para atual gestão política de São Gotardo? (Prefeitura e Câmara de Vereadores)

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...