Portal SG AGORA conversa com Secretaria de Promoção e Assistência Social de São Gotardo sobre situação de moradores de rua na cidade

Foto Capa: Luiz Henrique/Portal SG AGORA

Após o crescimento de moradores de rua em São Gotardo, a equipe de reportagens do Portal SG AGORA, conversou com Secretário Municipal de Promoção e Assistência Social da cidade, o Senhor Astrogildo de Castro Pinheiro, sobre o posicionamento da Secretaria em relação as várias pessoas que desembarcaram em todo município de São Gotardo, principalmente no ao de 2017. Em depoimento gravado em vídeo ao Portal SG AGORA, um morador de rua que estava retornando para sua cidade natal, alegou não receber ajuda da Secretaria de Promoção e Assistência Social de São Gotardo.

Na reportagem exclusiva ao SG AGORA, o Secretário comentou quais medidas o setor está tomando sobre o tema discutido e respondeu outras perguntas sobre o papel da Secretaria de Promoção e Assistência Social de São Gotardo, em relação à todas as pessoas desabrigadas que chegam na cidade. Astrogildo também explicou o porque da Secretaria não fornecer mais a verba para os moradores de rua voltarem para suas cidades natais e a não construção de um albergue em São Gotardo.

Confira abaixo, a entrevista completa fornecida com exclusividade para o Portal SG AGORA:

1- Por que ocorreu o aumento da população de moradores de rua no município de São Gotardo?

Astrogildo: A população de rua no Brasil e crescente em todo o país, porém em  nossa cidade o número acaba não sendo estável, como na maioria das vezes os moradores de ruas tem casas próprias e acabam indo para a rua para fazer o uso de drogas pelo acesso mais fácil, depois de alguns dias os mesmo retornam as suas residências, que na maioria das vezes é em São Gotardo ou cidades vizinhas.

2- Por que houve o corte das passagens para os moradores de ruas?

Astrogildo: Foi um acordo realizado entre a assistência social e o ministério público, porque os moradores que usavam este benefício trocavam as passagens por drogas ou colocavam em risco os trabalhadores das viações que realizavam o trasporte dos mesmos para as cidades escolhidas.

3- Qual o papel da assistência social em relação aos moradores de rua?

Astrogildo: Cadastrar os moradores de ruas, tentar descobrir porque os mesmos se encontram naquela situação, infelizmente e isso que podemos fazer já que nosso município não conta com nenhum albergue para que os moradores fiquem alojados.

4- O que impede a prefeitura de construir um albergue em São Gotardo?

Astrogildo: Por ter um custo muito elevado para fazer a construção e conseguir manter o albergue em nossa cidade.

5- Em qual caso os moradores de rua conseguem o benefício da  passagem de graça para sua cidade natal?

Astrogildo: Quando o mesmo se encontra em situação de risco, sofrendo ameaças ou com problemas de saúde a assistência social acaba tendo que comprar a passagem para que esse morador retorne a essa cidade para que não ocorra algo mais grave a ele. Aproveitando a oportunidade alerto para que os moradores de São Gotardo evitem dar moedas, comidas e outras ajudas para os moradores, fazendo isso a população evita que os mesmos continuem na cidade retornando para suas cidades de origem.

 

Reportagem: Luiz Henrique/Sob Supervisão: Diego Oliveira / Fonte da Reportagem: Secretaria de Promoção e Assistência Social de São Gotardo / Foto Capa: Luiz Henrique/Portal SG AGORA

Tags

0 Comentários “Portal SG AGORA conversa com Secretaria de Promoção e Assistência Social de São Gotardo sobre situação de moradores de rua na cidade”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

O Portal SG AGORA quer saber, você é a favor, contra ou indiferente ao fechamento do comércio local considerado não essencial em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...