Produtores de leite em Minas Gerais enfrentam dificuldades

Foto Capa: Reprodução/Google Imagens
Foto Capa: Reprodução/Google Imagens

O produtor rural Luiz Fabio de Castro trabalha com pecuária leiteira há oito anos. Na propriedade, que fica em Juiz de Fora, na Zona da Mata Mineira, são 26 vacas em lactação, mas ele anda preocupado com o rumo que o mercado tem tomado.

O preço pago pelo litro tem caído a cada mês. Pela produção de setembro, paga em outubro, foram dez centavos a menos, chegou a R$ 0,95 por litro. “O custo ficou muito alto e a gente não tem condição de pagar com a queda no preço do leite”, afirma Luiz

Segundo dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Universidade de São Paulo (Cepea), já é a quinta queda consecutiva do preço do leite pago ao produtor mineiro.

O recuo chegou a 5,5% em outubro na comparação com o mês anterior. Se for comparar com o mês de maio, a queda passa de 20%.

Segundo o economista Lorildo Stock da Embrapa Gado de Leite, a entressafra terminou mais cedo e contribuiu para a redução nos preços. “Chegou em abril, começou a produção e não tinha onde colocar o leite, porque não tinha demanda, e aí o preço começou a cair mais cedo. E ele deve continuar caindo até janeiro”, explica.

Em outra propriedade, a produção já chegou a 500 litros de leite por dia. Hoje, gira em torno de 100 litros. “Os custos para alimentação dos animais estão muito caros. A soja, o fubá… Os insumos, a mão de obra. O ano passado, nesta mesma época estava R$ 1,70. Hoje tem de R$ 1 ou até menos”, diz Gilson Expedido, produtor.

Diante dessa realidade ficou inviável para Gilson continuar produzindo e vendendo só leite. Ele resolveu investir na produção de queijos e manteiga, quer hoje é a principal fonte de renda da família.

O produtor compra leite de propriedades vizinhas para complementar a fabricação. Os produtos são vendidos para supermercados e restaurantes. O quilo do queijo frescal sai a R$ 13, o da manteiga por R$ 20.

Apesar disso, até o consumo dos lácteos está enfraquecido, avalia Gilson. “A demanda diminuiu, então a gente vai intercalando, produz dia sim, dia não. pra economizar inclusive na mão de obra.

O Cepea pesquisa os preços do leite em sete estados; na média nacional, o preço pago ao produtor em outubro,  foi de um real o litro.

 

Reportagem Original: http://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2017/11/produtores-de-leite-em-minas-gerais-enfrentam-dificuldades.html / Foto Capa: Reprodução/Google Imagens

Tags

0 Comentários “Produtores de leite em Minas Gerais enfrentam dificuldades”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *