Sette Câmara evita envolvimento ‘direto’ em questões sobre estádio do Atlético

Foto capa: Superesportes
Foto capa: Superesportes

Nos próximos três anos, o Atlético pretende avançar na construção do maior empreendimento da história do clube: a Arena MRV. Presidente nesse período, o advogado Sérgio Sette Câmara quer acompanhar o processo de forma indireta. Ao menos foi o que ele garantiu em entrevista coletiva momentos após ser eleito.

“Na verdade, o meu papel vai ser de conduzir o Clube Atlético Mineiro. A parte do estádio, eu deixei bem claro que eu não quero estar diretamente envolvido. Deve ser criada uma comissão de notáveis, de pessoas que vão ficar cuidando do estádio”, disse.

A ‘comissão de notáveis’ será comandada por Daniel Nepomuceno, antecessor de Sette Câmara na presidência do Atlético. O secretário municipal alegou ‘questões pessoais’ para não concorrer à reeleição no pleito dessa segunda-feira.

A previsão da diretoria do Atlético e dos responsáveis pela construção do estádio é que as obras se iniciem em abril. Antes disso, é preciso que o projeto seja aprovado pela Câmara Municipal de Belo Horizonte. A ideia é inaugurar a Arena MRV em 2020 – último ano do primeiro mandato de Sette Câmara, que tem direito a uma reeleição.

O novo presidente justificou o motivo de não querer se envolver diretamente nas questões relativas ao estádio.

“Acredito que tocar o estádio ao mesmo que se está tocando o clube, o futebol do clube e as finanças do clube não daria certo. É óbvio que o estádio passa pelo presidente. Eu quero que tudo ocorra com a maior transparência possível. Mas eu quero focar basicamente na parte financeira e no futebol do clube”, disse.

Apesar das declarações, Sérgio Sette Câmara aproveitou a oportunidade para elogiar o formato proposto para a construção do estádio alvinegro. Segundo o presidente, o empreendimento ajudará o Atlético no planejamento financeiro para os próximos anos.

“Acredito que sim (a parte financeira é o maior desafio). Mas com criatividade, com inteligência, a gente tem condição de driblar isso daí. É óbvio que uma das coisas que vai colocar o Atlético em uma situação diferenciada em relação à maioria dos clubes é o estádio. Quando estiver pronto, acredito que vamos estar numa situação muito boa em relação à maioria dos outros clubes, porque, no nosso caso, o estádio é 100% do clube. Não é como acontece com vários outros clubes, onde você praticamente não tem receita ou você tem que se pautar pelo que o dono do estádio ou aquele que o construiu determina. Como, por exemplo, é o caso do Palmeiras, que, em determinadas situações, não pode jogar na sua própria casa e tem que jogar fora porque o construtor impõe que aquela data seja para um show, etc. Isso não vai acontecer no nosso caso. Vamos dar prioridade ao futebol”, finalizou.

 

Reportagem original: https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2017/12/13/noticia_atletico_mg,446757/sette-camara-evita-envolvimento-em-questoes-sobre-estadio-do-atletico.shtml

Tags

0 Comentários “Sette Câmara evita envolvimento ‘direto’ em questões sobre estádio do Atlético”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual deve ser o nome do mascote do Portal SG AGORA na FENACEN 2019?

  • Hilário (64%, 34.261 Votos)
  • Oscar (32%, 17.052 Votos)
  • Horácio (2%, 1.338 Votos)
  • Rabitt (2%, 968 Votos)
  • Millo (0%, 63 Votos)

Total de Participantes: 53.682

Carregando ... Carregando ...