Tem coragem? Homens aderem à moda da fita isolante para reforçar marca de sunga no verão

Foto Capa: Reprodução/Divulgação/em.com.br
Foto Capa: Reprodução/Divulgação/em.com.br

A busca pelo bronzeado perfeito fez as mulheres aderirem à moda do biquíni de fita isolante. Até a cantora Anitta vestiu o acessório durante lançamento do clipe “Vai, malandra”, no final de 2017. No verão deste ano, chegou a vez de os homens embarcarem na novidade. Despidos de vergonha e deixando o preconceito de lado, eles se expõem ao sol envolvendo com fita as coxas e a cintura.

Pioneira no ramo do bronzeado na laje, a esteticista e empresária Erika Romero Martins, a Érika Bronze, de 36 anos, consolidou seu negócio em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Ela teve a ideia de ganhar dinheiro quando, aos 15 anos, suas primas e amigas a invejavam pela habilidade em conseguir uma indefectível marca de biquíni, com ajuda de um esparadrapo. Érika conta como começou a atrair a clientela masculina e que tipo de marca eles pedem.

“Virou uma febre os homens também querendo uma marquinha perfeita por causa do clipe ‘Vai, malandra’. Os homens estão buscando a marquinha perfeita. Eles não querem mais aquela marquinha de sunga molhada, de sunga esfumaçada. Eles querem aquela marquinha bem perfeita, igual à das mulheres. Botamos a fita na virilha, na cintura… E eles são detalhistas. Eles querem o bumbum também bem certinho”, explica.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADEUNINTER_Graduacao-e-pos

Segundo Érika, a exposição é controlada. São 40 minutos de frente e mais 40 de costas. As “bombeiras”, como são chamadas as assistentes da empresária, molham o corpo dos clientes e oferecem água. O preço para as meninas é de R$ 70 e para os meninos, R$ 50.

Alerta de dermatologistas

Os dermatologistas alertam para os ricos do sol excessivo e para o uso da fita em contato com a pele.

“É extremamente preocupante ver pessoas usando fita isolante no lugar de biquínis, de outros materiais. Não sabemos o que vai na cola dessa fita isolante, não sabemos a química utilizada. Infelizmente, os acasos de eczema e dermatites aumentam muito no verão. O sol e o calor potencializam as alergias cutâneas”, diz a dermatologista Camila Moulin.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADEAncora-primavera-3

A médica fala sobre a importância de ter responsabilidade na hora de pegar sol e recomenda que a exposição seja evitada entre 10h e 16h.

“É possível pegar sol no verão. Nós devemos pegar sol no verão, só precisamos fazer isso com tranquilidade. Para você ser tranquilo, recomendo que você se exponha no máximo 2 horas no sol, reaplique esse filtro solar, se hidrate nesse processo e, principalmente, que você não exagere. Nós sabemos que as queimaduras e bolhas aumentam os riscos de câncer de pele ao longo da vida. “

 

Reportagem e Link Original: https://g1.globo.com/bemestar/noticia/2019/01/17/homens-aderem-a-moda-da-fita-isolante-para-reforcar-marca-de-sunga-no-verao-video.ghtml / Foto Capa: Reprodução/Divulgação/em.com.br

Tags

0 Comentários “Tem coragem? Homens aderem à moda da fita isolante para reforçar marca de sunga no verão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual deve ser o nome do mascote do Portal SG AGORA na FENACEN 2019?

  • Hilário (64%, 34.261 Votos)
  • Oscar (32%, 17.052 Votos)
  • Horácio (2%, 1.338 Votos)
  • Rabitt (2%, 968 Votos)
  • Millo (0%, 63 Votos)

Total de Participantes: 53.682

Carregando ... Carregando ...