Tosse persistente por mais de três semanas pode ser tuberculose, cuidado!

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões, mas também pode ocorrer em outras partes do corpo, como ossos, rins e meninges (membranas que envolvem o cérebro). A transmissão é direta, de pessoa a pessoa, por meio de pequenas gotas de saliva expelidas ao falar, espirrar ou tossir. os sinais e sintomas mais frequentemente são:

  • Tosse seca contínua, no início da doença;tubverculoso
  • Tosse com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se, na maioria das vezes, em uma tosse com pus ou sangue;
  •  Cansaço excessivo;
  •  Febre baixa geralmente à tarde;
  •  Sudorese noturna;
  •  Falta de apetite;
  •  Palidez;
  •  Emagrecimento acentuado;
  •  Rouquidão;
  •  Fraqueza e prostração.

Para diagnosticar a tuberculose é necessário realizar o exame de escarro (baciloscopia). São necessárias duas amostras de escarro: uma colhida no momento da 1ª consulta e outra colhida na manhã do dia seguinte, ainda em jejum. Outros exames também podem ser solicitados (como radiografias, tomografias, biópsias, etc).

Ao contrário do que se pensa, tuberculose tem cura. A tuberculose é tratada com antibióticos específicos controlados. O tratamento utiliza quatro medicações associadas por dois meses e, depois, dois antibióticos por mais quatro meses. Quando a doença atinge outros órgãos como ossos e sistema nervoso central, ou quando o paciente tem alguma deficiência na imunidade, no caso da Aids, por exemplo, o tratamento deve ser estendido por nove até 12 meses.

Uma grande dificuldade no combate a essa doença é o abandono ao tratamento pois, é comum que após as primeiras semanas de tratamento, o paciente observe melhora dos sinais e sintomas. No entanto, isto não quer dizer que a doença está curada, para obter a cura é necessário completar todo o tratamento!

A falta de adesão, o abandono ou o uso irregular dos medicamentos podem causar resistência dos bacilos ao tratamento, o que complica o quadro clínico e demanda tratamento por um maior período de tempo (18 a 24 meses).

Vamos ficar de olho, atentos aos sintomas! Aconselha-se procurar o serviço de saúde caso um ou mais sintomas se manifestem.

Ana Carolina Belarmino é Fisioterapeuta e Professora de Pilates no Studio Stetica e Pilates em São Gotardo.

Studio-Stetica-3 (1)

Tags

0 Comentários “Tosse persistente por mais de três semanas pode ser tuberculose, cuidado!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

O Portal SG AGORA quer saber, você é a favor, contra ou indiferente ao fechamento do comércio local considerado não essencial em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...