Vídeo: PM fuzila carro e mata jovem por engano no Rio de Janeiro

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro vai oferecer denúncia nesta terça-feira contra o policial militar que baleou e matou a estudante Haíssa Vargas Motta, de 22 anos, durante uma perseguição policial no dia 2 de agosto do ano passado. O caso veio à tona após reportagem de VEJA divulgar imagens das câmeras instaladas na viatura que registraram a ação desastrada da PM. Em nota, a 9ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal, da 3ª Central de Inquéritos, informou que o PM Márcio José Watterlor Alves responderá por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

Nas gravações, o policial aparece, com o corpo para fora do carro, disparando nove tiros de fuzil contra um veículo considerado suspeito. Nele, estavam Haissa e mais três amigas. Um dos disparos atravessou o banco de trás e atingiu as costas de Haíssa, que ainda chegou a ser levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. No caminho até a unidade de saúde, duas amigas, desesperadas, seguiram o trajeto no carro da PM. O colega de Alves, que dirigia a viatura, ainda chegou a questioná-las: “Por que não pararam?”. Depois, recua e admite o erro. “Não justifica ter dado o tiro”.

Ao reportar o caso para a central, Alves afirma, atônito: “Não sei nem o que eu falo”. No final da gravação, o colega de Alves chega a comentar com as amigas de Haíssa. “Nós vamos responder por todos os nossos atos”. O motorista do carro, que levava Haíssa e as três amigas, declarou, em depoimento, que não parou o carro porque pensou que os policiais perseguiam uma moto, que ia atrás dele.

Em novembro, Alves foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio doloso. Foi a terceira vez que ele foi autuado por resistência (morte a tiros) em quatro anos como policial. A corporação informou que eles foram afastados de suas funções e que um inquérito foi aberto para investigar o caso.

Confiram o vídeo clicando no link a seguir do Portal da revista Veja:

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/mp-vai-oferecer-denuncia-contra-pm-por-morte-estudante

Reportagem: Veja Abril

Tags

0 Comentários “Vídeo: PM fuzila carro e mata jovem por engano no Rio de Janeiro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Em ano de Eleições Municipais, qual a sua nota para atual gestão política de São Gotardo? (Prefeitura e Câmara de Vereadores)

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...