Atlético empata com Corinthians e torcerá por tropeços para não se distanciar da ponta

20161005225557474102o

O Atlético tinha a possibilidade de assumir a vice-liderança do Campeonato Brasileiro e pressionar o líder Palmeiras. Porém, o time comandado por Marcelo Oliveira não conseguiu superar o Corinthians em Itaquera. Com empate por 0 a 0, o Galo segue em terceiro, agora a quatro pontos da primeira colocação, e terá de torcer por tropeços para não se distanciar da ponta da tabela.

Os rivais pelo título entrarão em campo no domingo. O Palmeiras enfrentará o América, em Londrina. Já o Flamengo, que permanece em segundo, jogará contra o Santa Cruz, no Pacaembu.
Publicidade

O Atlético, por sua vez, voltará a campo apenas na quinta-feira da próxima semana, para fazer clássico com o América, no Independência. Diante do Coelho, o Galo terá a oportunidade de contar com as voltas de ao menos seis jogadores que não puderam enfrentar o Corinthians. Além do retorno dos atletas envolvidos nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo (Rafael Carioca, Erazo, Cazares, Otero e Pratto), o técnico Marcelo Oliveira terá a volta de Júnior Urso, que cumpria suspensão.

Hyuri desperdiça chances claras

Embora o Itaquerão não contasse com grande público nesta quarta-feira, o Corinthians tentou fazer valer o mando de campo desde o princípio. Logo no segundo minuto de jogo, Rodriguinho cruzou da ponta esquerda, Gustavo cabeceou entre os zagueiros do Galo, mas mandou para fora.

As respostas do Galo passaram pelos pés de Robinho, que finalizou três vezes num intervalo de cinco minutos. Depois de dois chutes para fora, o camisa 7 ainda arriscou uma bicicleta, mas também sem a direção do gol.

Enquanto pecava nas finalizações, Robinho mostrava precisão nas tentativas de colocar os companheiros em boas oportunidades para abrir o placar. No primeiro passe do camisa 7, Hyuri chutou em cima do goleiro Walter. Depois, em mais uma bola enfiada por Robinho entre os zagueiros, Hyuri invadiu a área sozinho, mas se desequilibrou e chutou completamente torto.

Gol anulado e mais chances perdidas

Ainda no primeiro tempo, o Corinthians chegou a balançar as redes, mas teve o gol anulado. No lance invalidado, Marquinhos Gabriel fez a jogada pela ponta direita e cruzou para a pequena área. A bola passou sobre Victor, e Gustavo cabeceou para as redes em disputa com Gabriel. Porém, o árbitro assinalou falta do atacante corintiano no zagueiro atleticano.

O Galo voltou a ter boa chance em um contra-ataque. Após passe do volante Leandro Donizete, Clayton conseguiu se livrar da marcação de Guilherme Arana e bateu rasteiro. No entanto, Walter fez grande defesa. Já Victor não precisou intervir nas oportunidades criadas pelo Corinthians. Numa das jogadas bem armadas pelos donos da casa, Giovanni Augusto tocou de letra, Marquinhos Gabriel cruzou para trás e Rodriguinho, de primeira, bateu por cima.

Expulsão e pressão corintiana

Assim como no primeiro tempo, o Corinthians teve boa chance para marcar aos dois minutos da etapa final. Após receber passe pela esquerda, Marlone cortou para o meio e bateu rente à trave direita de Victor. O time paulista ainda manteve a pressão com diversas bolas alçadas na área, além de obrigar o goleiro atleticano a fazer boa defesa em chute de Rodriguinho da marca do pênalti.

Para que o Atlético voltasse a equilibrar a partida, Marcelo Oliveira recorreu ao banco de reservas. Patric e Dátolo substituíram Huyri e Clayton. Porém, as mudanças não foram suficientes para que o Galo tivesse mais criatividade.

A partir dos 33 minutos, o Atlético ainda teve de lidar com desvantagem numérica, após Leandro Donizete ser expulso. Assim, Marcelo Oliveira sacou Robinho para a entrada de Yago. Já o técnico corintiano Fábio Carille buscou postura mais ofensiva, com o meia-atacante Lucca na vaga do lateral-direito Leo Princípe. Entretanto, o placar não foi modificado.

Assista os melhores momentos do jogo abaixo:

Corinthians 0 x 0 Atlético

Corinthians

Walter; Leo Príncipe (Lucca), Yago (Pedro Henrique), Balbuena e Guilherme Arana; Camacho, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone (Rildo); Gustavo

Técnico: Fábio Carille

Atlético

Victor; Carlos César, Gabriel, Leonardo Silva e Fábio Santos; Leandro Donizete e Lucas Cândido; Hyuri (Patric), Robinho (Yago) e Clayton (Dátolo); Fred

Técnico: Marcelo Oliveira

Motivo: 29ª rodada do Campeonato Brasileiro

Data: 5 de outubro (quarta-feira)

Estádio: Arena Corinthians

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Asp. Fifa/PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa/PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)

Cartão amarelo: Leandro Donizete e Lucas Cândido (Atlético)

Cartão vermelho: Leandro Donizete, aos 33 minutos do 2º tempo

Público: 17.371

 

Reportagem e Foto:  http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2016/10/05/noticia_atletico_mg,356812/atletico-empata-com-corinthians-e-torcera-por-tropecos-para-nao-se-distanciar-da-ponta.shtml

Tags

0 Comentários “Atlético empata com Corinthians e torcerá por tropeços para não se distanciar da ponta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

De 1 a 5, qual sua nota para os serviços oferecidos pela COPASA em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...