CESG fica entre as 50 melhores faculdades e universidades do Brasil

Foto Capa: Reprodução/CESG

A FGV do Rio de Janeiro (Escola Brasileira de Economia e Finanças) é a instituição privada de ensino superior que teve a melhor avaliação do Ministério da Educação (MEC), segundo os últimos indicadores de qualidade oficiais divulgados. A FGV de São Paulo ficou em segundo lugar, entre as instituições privadas com ou sem fins lucrativos. São Gotardo também apareceu na lista, sendo representada pelo Centro de Ensino Superior de São Gotardo (CESG). A faculdade foi uma das instituições de ensino presentes na lista, recebendo nota 4 e ficando entre as 50 melhores faculdades para se estudar em nosso País.

Segundo o resultado, a faculdade São-Gotardense que atende toda a região do Alto Paranaíba, ficou em quadragésimo lugar. Os resultados do ciclo avaliativo de 2017 foram em dezembro e a nota do IGC (Índice Geral de Cursos) varia de 1 a 5.  Instituições com IGC 4 e 5 são consideradas excelentes e aquelas que não chegam a ter IGC faixa 3 não atingem os níveis satisfatórios exigidos pelo MEC. O IGC é o principal indicador de qualidade calculado pelo MEC e divulgado anualmente.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADEUNINTER_Graduacao-e-pos

Para chegar índice, o MEC leva em conta três aspectos: a nota da graduação, nota da pós-graduação e distribuição dos alunos. A nota da graduação é a média do indicador de qualidade dos cursos de graduação da instituição, o Conceito Preliminar de Curso (CPC) dos últimos três anos, ponderada pelo número de matrículas em cada um dos cursos considerados.

A nota da pós-graduação (quando oferecida a modalidade strictu sensu) é calculada a partir da média dos conceitos da avaliação CAPES dos programas de pós-graduação stricto sensu na última avaliação também trienal e ponderada pelo número de matrículas nos programas. Também entra no cálculo do IGC, a distribuição de estudantes entre cursos de graduação, pós-graduação (quando há programas stricto sensu).

Os dados do CPC divulgados dia 18 de dezembro, pelo MEC, são da edição 217 e referem-se aos cursos Ciências Exatas. Licenciaturas e áreas afins, como Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Educação Física, Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia Química, Pedagogia, Geografia, Sistema de Informação, entre outros.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADEAncora-primavera-3

Para entrar no cálculo, a instituição precisa ter pelo menos um curso com estudantes concluintes inscritos no Enade no triênio de referência. Também é necessário que tenha sido possível calcular o CPC do curso. Como o IGC considera o CPC dos cursos avaliados no ano do cálculo e também os CPC dos dois anos anteriores, sua divulgação refere-se sempre a um período de três anos.

Dessa forma o IGC desta lista compreende a análise de todas as áreas avaliadas previstas no Ciclo Avaliativo do Enade de 2015, 2016 e 2017. Confira, as 320 melhores instituições particulares, ou seja, aquelas que conseguiram IGC faixa 4 e 5 através do link abaixo.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O RANKING COMPLETO

 

Reportagem e Link Original: https://exame.abril.com.br/carreira/as-melhores-faculdades-e-universidades-particulares-do-brasil/amp/ / Foto Capa: Reprodução/CESG

Tags

0 Comentários “CESG fica entre as 50 melhores faculdades e universidades do Brasil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual deve ser o nome do mascote do Portal SG AGORA na FENACEN 2019?

  • Hilário (64%, 34.261 Votos)
  • Oscar (32%, 17.052 Votos)
  • Horácio (2%, 1.338 Votos)
  • Rabitt (2%, 968 Votos)
  • Millo (0%, 63 Votos)

Total de Participantes: 53.682

Carregando ... Carregando ...