Com alto rendimento sem Cazares, Atlético conta com volta de responsável por alavancar time

Dois meses depois de sofrer grave lesão no músculo adutor da coxa direita, Cazares poderá ser aproveitado por Marcelo Oliveira na partida contra o Sport, nesta quinta-feira. O treinador do Atlético adiantou que tem a intenção de dar alguns minutos em campo ao camisa 11 diante dos pernambucanos e, assim, prepará-lo para o clássico contra o Cruzeiro, no domingo.

“Cazares já treinou. Vamos aguardar a resposta até quinta-feira Se estiver bem, pode ser que ele participe um pouco, nos ajudando na quinta-feira e se preparando já para domingo”, destacou o treinador atleticano.

Quando se lesionou, o meia equatoriano era o grande destaque do Atlético no Campeonato Brasileiro. Até aquele momento, era o artilheiro da equipe, com seis gols marcados, além de ter contribuído com duas assistências. O rendimento do jovem armador ajudou a equipe a deixar a zona de rebaixamento, vencer quatro partidas seguidas depois de sete jogos sem triunfos, e ficar a apenas um ponto do G4. A lesão de Cazares poderia ser um baque para o time comandado por Marcelo Oliveira, mas não foi assim que o Galo reagiu à perda do camisa 11.

Cazares se lesionou no aquecimento da partida contra o Flamengo, em Brasília. O Atlético acabou derrotado naquele jogo, por 2 a 0. Entretanto, na sequência, o Galo emplacou cinco vitórias consecutivas, sobre Coritiba, Palmeiras, Santa Cruz, São Paulo e Chapecoense. A série positiva foi interrompida com goleada sofrida diante do Santos, por 3 a 0, na Vila Belmiro. Posteriormente, a equipe acumulou mais quatro jogos de invencibilidade, incluindo a estreia Copa do Brasil, até sofrer novo revés nessa segunda-feira, contra o Fluminense.

Sem o equatoriano, o Atlético disputou 12 jogos e obteve 63,8% de aproveitamento. Considerados apenas os compromissos pelo Campeonato Brasileiro, o rendimento na ausência de Cazares foi de 66,6%, superior ao do líder Palmeiras, que ocupa a primeira colocação com 65,3% dos pontos disputados nas primeiras 24 rodadas.

Mudanças de esquema e protagonismo de Robinho

Para suprir a ausência de Cazares, Marcelo Oliveira utilizou diferentes formações táticas. Houve jogos em que Lucas Pratto e Fred formaram uma dupla de centroavantes, sustentados por outras duas peças ofensivas. O treinador ainda chegou a recorrer a três volantes em partidas fora de casa, contra Palmeiras e Grêmio. Em todo esse período, o Atlético passou a ter um novo titular no ataque, com a entrada de Maicosuel, que retornou ao clube após empréstimo de um ano ao Al Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos.

Mas quem mais impulsionou a ascensão do Atlético foi Robinho. O camisa 7 liderou o ataque do time alvinegro e assumiu, isoladamente, a artilharia do Campeonato Brasileiro, com 11 gols marcados. No período de ausência de Cazares, ele balançou as redes oito vezes, além de ter dado duas assistências.

Ascensão contrapõe início sem Cazares

O bom rendimento do Atlético depois da lesão de Cazares é muito distante de como a equipe se comportou sem o meia no início do Brasileirão. Enquanto o equatoriano esteve na Copa América Centenário, o time alvinegro disputou seis rodadas e não venceu. Foram três empates e três derrotas, com 16,6% de aproveitamento, num momento em que a equipe sofria com muitos desfalques.

Depois de Cazares retornar da Seleção Equatoriana, o Atlético emplacou uma sequência de quatro vitórias consecutivas, além de um empate, até o meia se lesionar no aquecimento para o jogo contra Flamengo.
O rendimento da equipe alvinegra sem Cazares:

12 jogos: 7 vitórias, dois empates e três derrotas

*11 jogos pelo Campeonato Brasileiro e um pela Copa do Brasil

Os jogos do Atlético durante o período em que o meia se recuperava de lesão:

Flamengo 2 x 0 Atlético

Atlético 2 x 1 Coritiba (Gols: Robinho; Assistências: Eduardo e Clayton)

Palmeiras 0 x 1 Atlético (Gol: Leandro Donizete; Assistência: Robinho)

Atlético 3 x 0 Santa Cruz (Gols: Robinho, Fred e Luan; Assistências: Patric e Robinho)

São Paulo 1 x 2 Atlético (Gols: Maicosuel e Lucas Pratto; Assistência: Fred)

Atlético 3 x 1 Chapecoense (Gols: Carlos César, Robinho e Maicosuel; Assistências: Fred e Fábio Santos)

Santos 3 x 0 Atlético

Atlético 1 x 0 Atlético-PR (Gol: Robinho)

Atlético 1 x 1 Ponte Preta (Gol: Robinho; Assistência: Maicosuel)

Grêmio 1 x 1 Atlético (Gol: Robinho; Assistência: Douglas Santos)

Atlético 2 x 1 Vitória (Gols: Fred; Assistência: Carlos Eduardo e Fábio Santos)

Fluminense 4 x 2 Atlético (Gols: Robinho e Otero; Assistências: Maicosuel e Pratto)

 

Reportagem e Foto: http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2016/09/14/noticia_atletico_mg,351627/com-alto-rendimento-sem-cazares-atletico-conta-com-volta-de-responsavel-por-alavancar-time.shtml

Tags

0 Comentários “Com alto rendimento sem Cazares, Atlético conta com volta de responsável por alavancar time”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual nota você avalia o trabalho da Prefeitura Municipal de São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...