Cruzeiro enfrenta Corinthians e joga ‘por uma bola’ pelo sonho do penta na Copa do Brasil

Quando o armador Robinho, há três semanas, recebeu passe de Ramón Ábila e bateu rasteiro no canto direito de Walter aos 32min do segundo tempo, o Cruzeiro marcou muito mais que um gol de honra na derrota para o Corinthians, no Itaquerão, pelo duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O revés por 2 a 1, em São Paulo, permitiu ao time celeste uma condição plausível de sonhar com a classificação às semifinais, já que o tento anotado como visitante serve de critério de desempate. Nesta quarta-feira, às 21h45, no Mineirão, basta à Raposa vencer por 1 a 0 que a vaga estará garantida. E se depender do calor da torcida, as chances azuis são grandes. Mais de 30 mil torcedores compraram ingressos de maneira antecipada tendência é que o número aumente significativamente até o horário do jogo.

Serão 90 minutos por uma bola. Parece pouco, mas o fato de o time ter passado em branco nos empates com Palmeiras e Chapecoense, pelo Brasileiro, causa certa desconfiança. Em compensação, a defesa é o porto seguro. Nas últimas quatro partidas, o Cruzeiro não foi vazado uma vez sequer. A última equipe a balançar a rede do goleiro Rafael foi justamente o Corinthians, em 28 de setembro.

Com relação à estratégia de jogo, um consenso entre os cruzeirenses de que a receita é marcar com atenção e ter paciência para ir ao ataque. “O Corinthians tem jogadores de qualidade e rápidos, que se movimentam bastante lá na frente. A gente tem que ter atenção e bom posicionamento”, frisou o zagueiro Leo. “Não adianta a gente sair de qualquer jeito no começo do jogo, porque se sofrermos um gol atrapalha nossas pretensões. Precisamos ter tranquilidade e equilíbrio desde o começo. É claro que, se as oportunidades aparecerem logo de início, temos que tentar converter para buscarmos uma maior tranquilidade no restante da partida”, acrescentou o meia Rafinha.

Os atletas também concordam que existe pressão para que o Cruzeiro volte a conquistar um título de expressão. Em 2016, o clube colecionou fracassos no Campeonato Mineiro e na Primeira Liga, além de brigar contra o rebaixamento no Brasileiro. Logo, a possibilidade de levantar o troféu da Copa do Brasil pela quinta vez é encarada com muito ânimo e confiança.

“O Cruzeiro é um clube recheado de títulos. Tem quatro Copas do Brasil, Campeonato Brasileiro, Copas Libertadores e outros títulos. A gente sabe que é necessário lutar e buscar as decisões dos campeonatos”, comentou Leo. “Precisamos avançar. Sabemos que na Copa do Brasil são poucos jogos para se conquistar o título, diferentemente do Campeonato Brasileiro, que é mais longo. Estamos a poucos jogos de chegar a uma final, por exemplo. É descansar e se preparar bem para que dê tudo certo na quarta-feira”, completou Rafinha.

Embora tenha fechado o treino dessa terça-feira à imprensa, o técnico Mano Menezes não deve promover nenhuma mudança na base das partidas anteriores. Assim, o Cruzeiro enfrentará o Corinthians com Rafael; Lucas, Leo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Rafinha; Rafael Sobis e Ramón Ábila.

Corinthians

Próximo ao G6 do Campeonato Brasileiro, o Corinthians apresentou novo técnico e terá Oswaldo de Oliveira no banco de reservas pela segunda vez na partida diante do Cruzeiro pela Copa do Brasil. O comandante alvinegro já tem um problema para o confronto no Mineirão. Com dores no tornozelo esquerdo, Marlone não treinou nessa terça e passará por exames nesta quarta para saber se há condições de atuar.

Depois de cumprir suspensão na vitória por 2 a 0 sobre o América, na Série A, Marquinhos Gabriel está de volta ao time. Outra novidade é o retorno do volante Camacho, recuperado de dores musculares. Yago, Danilo, Bruno Paulo, Gustavo e Jean seguem como desfalques. Com a vitória por 2 a 1 no jogo de ida, em São Paulo, o Corinthians precisa apenas de um empate para se classificar às semifinais. Caso o Cruzeiro vença pelo mesmo placar, a decisão será nos pênaltis.

CRUZEIRO X CORINTHIANS

CRUZEIRO

Rafael; Lucas, Leo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Rafinha; Rafael Sobis e Ramón Ábila

Técnico: Mano Menezes

CORINTHIANS

Walter, Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Camacho; Romero, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone (Marquinhos Gabriel); Guilherme

Técnico: Oswaldo de Oliveira

Motivo: jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: quarta-feira, dia 19 de outubro de 2016

Horário: 21h45

Árbitro: Wilson Pereira Sampaio (Fifa/GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)

 

Reportagem e Foto:

http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2016/10/19/noticia_cruzeiro,359581/cruzeiro-recebe-corinthians-e-joga-no-mineirao-pelo-sonho-do-penta.shtml

Tags

0 Comentários “Cruzeiro enfrenta Corinthians e joga ‘por uma bola’ pelo sonho do penta na Copa do Brasil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

O Portal SG AGORA quer saber, você é a favor, contra ou indiferente ao fechamento do comércio local considerado não essencial em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...