Faltando menos de 12 horas para Reintegração, pequeno grupo ainda permanece em assentamento em Guarda dos Ferreiros

Foto Capa: Diego Oliveira/Portal SG AGORA

Quando o relógio completou 18:00 horas na tarde desta terça-feira (27/02), o tempo para as famílias que estão assentadas em um lote da COOPADAP desde o mês de Agosto de 2017 para retirarem seus pertences e saírem do local, foi reduzido para doze horas. Após várias batalhas judiciais desde a invasão entre os assentados e o legítimo dono das terras (COOPADAP), foi definido pela Justiça no mês de Janeiro de 2018, a ação de Reintegração de Posse a favor da Cooperativa, marcada para amanhã, 28 de Fevereiro. Mesmo sabendo da decisão, um pequeno grupo com cerca de oito pessoas, ainda estão nas terras invadidas e alegam não terem para onde ir.

Acompanhando o caso desde a invasão no dia 07 de Agosto de 2017, o Portal SG AGORA recebeu com exclusividade, as últimas informações sobre a movimentação nas terras invadidas. De acordo com um colaborador do site que trabalha próximo ao local do assentamento e que não quis se identificar, apenas cerca de três famílias ainda permanecem no assentamento. Patrolas, tratores e guarnições policiais também já estão no local se preparando para a realização da Reintegração de Posse. De acordo com informações não confirmadas pela PM, é esperado uma equipe com cerca de 100 pessoas entre elas, policiais, operadores de máquinas, servidores públicos, entre outros apoiadores da ação.

(CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE)Uninter-2

Desde a última reunião ocorrida na Câmara Municipal de São Gotardo no dia 08 de Fevereiro, onde foi divulgado a última decisão da Justiça a favor da COOPADAP, a maioria das pessoas assentadas na terras, já haviam manifestado que iriam desistir de ficarem no local, mesmo alegando não terem para onde ir. No início da última semana, a equipe de reportagens Portal SG AGORA também passou pelo local e registrou através de fotos a situação atualizada no assentamento. Muitas casas que estavam em fase final de construção, já estavam sem janelas, portas e telhados e poucas famílias ainda persistiam morando nas terras que serão reintegradas.

Faltando agora menos de um dia para a ação, a situação no local parece tranquila. Além do reforço policial deslocado no local invadido, o perímetro urbano do distrito de Guarda dos Ferreiros e da cidade de São Gotardo, também terão seu policiamento reforçado, de acordo com informações passadas pela PM, em coletiva para imprensa realizada no dia 30 de Janeiro. O Portal SG AGORA estará presente no local do assentamento a partir das 06:00 horas da manhã e cobrirá  através ao vivo através de nossa página no Facebook e Site, toda a movimentação e ação de Reintegração de Posse. Sempre imparcial em nossas coberturas, esperamos que tudo possa ocorrer de maneira pacífica, sem machucar o prejudicar nenhum dos envolvidos na ação.

9905b897-fd5a-4a3b-87fc-4e89d1d8cc7cPolícia já se prepara para realizar Reintegração de Posse (Foto: Colaborador/SG AGORA)

Entenda o caso:

As terras pertencentes a COOPADAP (Cooperativa Agropecuária do Alto Paranaíba), foram invadidas pelas famílias de assentados, no dia 07 de Agosto de 2017. Desde essa data, Cooperativa e famílias assentadas, travam uma briga na justiça, para determinas em fim, de quem seria e legalidade e posse verdadeira dos cerca de 48 hectares invadidos. Representados pelo seu líder Aderaldo Bento Alves Da Silva, os assentados alegam desde o início que as terras pertencem a UNIÃO e que por isso a Cooperativa havia comprando as terras de maneira inapropriada, tornando-as ilegais. Ainda de acordo com o líder em entrevista ao Portal SG AGORA no início de Fevereiro, cerca de 110 famílias, totalizando 600 pessoas, estavam assentadas no local.

Após vários processos judiciais serem pedidos na Justiça por ambas as partes, ficou decidido no mês de Janeiro de 2018, que as terras deveriam ser desapropriadas pelas famílias assentadas e devolvidas para seu legítimo dono, a COOPADAP. Com a decisão, ficou estabelecida a data do dia 28 de Fevereiro, como data limite para que todas as famílias saíssem e retirarem seus pertences do local invadido desde Agosto de 2017. A decisão não agradou as famílias, que acabaram invadindo a Prefeitura Municipal de São Gotardo e exigiram uma reunião com o prefeito da cidade Seiji Sekita. O prefeito aceitou conversar com os assentados, porem nada pôde fazer para ajuda-los, uma vez que a decisão já havia sido anunciada pela Justiça.

Foto-Capa-Diego-OliveiraPortal-SG-AGORA-3Após invadirem prefeitura, famílias realizaram protesto em São Gotardo (Foto: SG AGORA)

 

Reportagem: Diego Oliveira/Portal SG AGORA / Fonte da Reportagem e Fotos Utilizadas: Equipe de apuração de reportagens/Portal SG AGORA

Tags

0 Comentários “Faltando menos de 12 horas para Reintegração, pequeno grupo ainda permanece em assentamento em Guarda dos Ferreiros”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

De 1 a 5, qual sua nota para os serviços oferecidos pela COPASA em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...