Ministério da Saúde lança campanha contra hepatites virais e foco maior será contra a hepatite C

O Ministério da Saúde apresentou nesta segunda campanha publicitária de prevenção às Hepatites Virais 2015 e novo boletim epidemiológico. Também foi anunciado um novo tratamento para a doença que aumenta as chances de cura e diminui o tempo de tratamento aos pacientes com hepatite C. A terapia estará disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) até dezembro deste ano. O Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites é celebrado nesta terça (28).

Composto pelos medicamentos daclatasvir, simeprevir e sofosbuvir, o novo tratamento vai beneficiar cerca de 30 mil pessoas nos próximos 12 meses.

“Estamos incorporando no SUS o que tem de mais moderno no tratamento para a hepatite C. Com isso, o Brasil assume a vanguarda na oferta desta terapia, como já fizemos com a aids, com a oferta de antirretrovirais, afirmou o ministro da Saúde, Arthur Chioro, durante a solenidade, em que também foi lançado o novo Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas para Hepatite C e Coinfecções.

O ministro ressaltou que o Brasil é um dos primeiros países em desenvolvimento a ofertar, de forma pública e sustentável, este tipo de tratamento. “Isso se deu graças aos esforços de negociação que possibilitaram descontos de até 90% no mercado internacional”, frisou Chioro.

A Sociedade Brasileira de Hepatologia encomendou uma pesquisa ao Datafolha e descobriu que 62% dos brasileiros que contraíram o vírus não sabem que têm a doença. A hepatite C é transmitida pelo contato com o sangue contaminado. Pode ser na manicure, pelo alicate de unha, por exemplo, ou na hora de colocar um piercing, se os instrumentos não estiverem esterilizados. “E eu tenho tatuagem também, e aí acho que foi um dos motivos também de eu querer saber se caso estou contaminado ou não”, conta o ator Felipe Tavares.

O sangue usado em transfusões só começou a ser testado para o vírus de hepatite C em 1992 e, exatamente nessa época, os cuidados com a esterilização dos equipamentos ficaram mais rigorosos. Por isso, todo mundo que tem mais de 40 anos, principalmente quem passou por uma cirurgia antes disso, deve fazer o teste. Todo mundo mesmo.

Para quem tem o vírus, existe tratamento. O Ministério da Saúde anunciou que, ainda este ano, o SUS vai oferecer novos remédios, que agem mais rápido, provocam menos efeitos colaterais e elevam a chance de cura para 90%.

62% dos brasileiros que contraíram o vírus não sabem que têm a doença.

Reportagem montada a partir de:
– Portal G1
– Portal Brasil

0 Comentários “Ministério da Saúde lança campanha contra hepatites virais e foco maior será contra a hepatite C”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

O Portal SG AGORA quer saber, você é a favor, contra ou indiferente ao fechamento do comércio local considerado não essencial em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...