Pouco criativo, Cruzeiro é derrotado pelo Coritiba na Série A e perde invencibilidade

Foto capa: Superesportes
Foto capa: Superesportes

O torcedor do Cruzeiro certamente não reconheceu seu time na noite desta quarta-feira, na derrota por 1 a 0 para o Coritiba, no Couto Pereira. Diferentemente dos últimos 13 compromissos em que se manteve invicto, com resultados expressivos, o time de Mano Menezes se mostrou desorganizado, apresentou pouco volume de jogo e quase nenhuma criatividade em duelo pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diogo Barbosa, contra, definiu o placar da partida. O time paranaense, comandado por Marcelo Oliveira, voltou a vencer depois de nove jogos sem triunfar.

Na próxima rodada, o Cruzeiro terá pela frente o clássico diante do Atlético. O jogo está marcado para domingo, dia 22, às 17h, no Mineirão. A expectativa é pelo retorno do meia-atacante Alisson, que desfalcou o time nesta quarta em função de dores musculares. A torcida celeste promete bonita festa no reencontro com a equipe no Gigante da Pampulha. Já foram comercializados mais de 30 mil ingressos para o importante compromisso.

Confira os melhores momentos da partida no vídeo abaixo: 

O jogo

Com escalação surpreendente, já que Mano optou por Elber e não por Arrascaeta na vaga do lesionado Alisson, o Cruzeiro iniciou o duelo contra o Coritiba um tanto quanto desorganizado no Couto Pereira. Bem diferente das últimas apresentações, quando tinha exatamente na organização sua principal virtude, a equipe celeste encontrou dificuldades para sair jogando e, por consequência, para criar chances. Dupla de volantes do time nesta noite, Henrique e Hudson não se entenderam para realizar a primeira transição.

Ainda que também não apresentasse futebol convincente no primeiro período da etapa inicial, o Coritiba, muito pressionado pela posição na classificação, foi dono das principais oportunidades nos 45 minutos iniciais e, por isso, o primeiro a balançar as redes. Aos 33’, Rildo cobrou escanteio, o zagueiro Cleber desviou de cabeça e Diogo Barbosa, na tentativa de cortar, acabou marcando contra. 1 a 0. Aos 47’, Rafael Longuine quase ampliou. O meia chutou de média distância e a bola raspou a trave de Fábio.

Logo na volta do intervalo, Mano Menezes trocou Elber por Arrascaeta. Enquanto o Coritiba recuou sua linha de marcação, esperando o erro do adversário para tentar matar o jogo no contra-ataque, o Cruzeiro avançou e buscou aumentar o volume. Apesar de o início da segunda etapa ter dado indício de que o jogo poderia ganhar contornos mais emocionantes, o que se viu foi o contrário disso, com a bola rolando pouco. Mesmo com a entrada do meia uruguaio, a Raposa não conseguiu criar oportunidades.

As únicas chegadas com mais perigo do Cruzeiro aconteceram aos 33’ e aos 40’. Depois de cobrança de escanteio de Thiago Neves, a zaga do Coxa tirou e na sobra Rafinha finalizou com força. A bola raspou a trave do goleiro Wilson. Sete minutos depois, o mesmo Rafinha voltou a experimentar da entrada da área, mas desta vez a defesa da equipe paranaense cortou. Mas o time de Marcelo Oliveira, que ganhou um fôlego para seguir empregado, conseguiu manter o placar e voltar a vencer após nove jogos sem triunfar.

 

Reportagem original: http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/cruzeiro/2017/10/18/noticia_cruzeiro,435942/cruzeiro-e-derrotado-pelo-coritiba-e-perde-invencibilidade.shtml

Tags

0 Comentários “Pouco criativo, Cruzeiro é derrotado pelo Coritiba na Série A e perde invencibilidade”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *