“Tem que estudar como fazer”, diz general Heleno sobre possibilidade do AI-5

999976513
source
General Heleno arrow-options
Valter Campanato/Agência Brasil
General Heleno endossou o que o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, disse a respeito da aplicação de um Ato Institucional de censura no Brasil como os da ditadura.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno , disse que caso fosse editado um novo AI-5, conforme sugeriu o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), estudos deveriam ser feitos. Isso porque o regime democrático tem como premissa fazer com que uma proposta desse gênero passe em uma série de lugares para ser aprovada, conforme publicou O Estadão nesta quinta (31).

A possibilidade de um decreto similar ao Ato Institucional nº5 não foi descartada pelo general. Esse foi o quinto e mais duro dos 17 decretos lançados durante a ditadura militar brasileira. O general negou, no entanto, que haja conversas sobre o assunto em curso.

Leia mais: Eduardo Bolsonaro justifica defesa do AI-5 citando livro do Coronel Ustra

“Não ouvi ele [Eduardo] falar isso. Se ele falou, tem de estudar como vai fazer, como vai conduzir. Acho que, se houver uma coisa no padrão do Chile, é lógico que tem de se fazer alguma coisa para conter. Mas até chegar a esse ponto, tem um caminho longo”, justificou o ministro do Gabinete de Segurança Institucional. 

O líder do PSOL na Câmara dos Deputados, Ivan Valente (PSOL-SP) reagiu a fala do general, dizendo que Heleno proclamou coisas condenáveis. 

Leia também: “Flerte inaceitável com fascistas”, diz OAB sobre fala de Eduardo sobre AI-5

“Ao invés de censurar Eduardo por propor novo AI-5, ele disse que precisaria estudar como fazer! E ainda que se algo como no Chile ocorrer no Brasil, eles agirão com a força. Temos que barrar esse governo ensaia ruptura com a ordem”, disse o parlamentar em sua conta oficial do Twitter. 

A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) comentou no Twitter que o general endossa as palavras de Eduardo Bolsonaro. “Os crimes da ditadura ainda precisam ser punidos e quem defende uma nova também”, disse na postagem. 

0 Comentários ““Tem que estudar como fazer”, diz general Heleno sobre possibilidade do AI-5”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

De 1 a 5, qual sua nota para os serviços oferecidos pela COPASA em São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...