Polícia Civil apura e prende autor de homicídio bárbaro em São Gotardo

Foto Capa: Polícia Civil de São Gotardo

Após 04 meses de investigações, a Polícia Civil de São Gotardo, apurou um bárbaro homicídio praticado no dia 01/09/2016 no bairro Saturnino Pereira. A vítima, uma mulher de 30 anos, foi encontrada morta em sua residência por um vizinho, após escutar o choro de uma criança dentro da casa.

Leia mais: Mulher é encontrada sem vida em São Gotardo

De acordo com a apuração da Polícia, na noite em que ocorreu o fato, a vítima, Sandra Maria dos Santos, foi atingida por múltiplos disparos de arma de fogo, tendo sido encontrada no dia seguinte, ocasião que o autor abandonou a cena do crime deixando um bebê com menos de 1 ano de idade passar a noite no local onde a mãe já estava morta.

Foto Capa: Polícia Civil/Arquivo-Portal SG AGORAO autor do homicídio apontado pela Polícia Civil, trata-se de, Wilson Reis de Oliveira, de 35 anos, que é ex-namorado da vítima e possui uma filha com a mesma, tratando-se da criança que foi abandonada na noite do crime. Wilson estava inconformado com o término do relacionamento e não aceitava que a vítima mantivesse outros relacionamentos, além de demonstrar revolta com a intenção da ex-mulher acionar a justiça pública para cobrar pensão alimentícia do autor.

Ainda de acordo com a PC, os motivos citados acima, impulsionaram Wilson a realizar muitas ameaças de morte contra a vítima, que de acordo com os investigadores, foi agredida e ameaçada quando ainda estava com o responsável pelo homicídio. Após trabalho da Polícia, Wilsonfoi preso e encontra-se em uma penitenciária na cidade de Bambuí/MG, onde também é acusado de agredir e ameaçar de morte outra mulher.

Ao Portal SG AGORA, os investigadores da Polícia Civil informaram que Wilson possui extensa ficha policial, com registros por porte ilegal de arma, furto, lesão corporal, embriaguez ao volante, roubo, desobediência, entre outros delitos. De acordo com o delegado, Dr. Ricardo Lopes, o autor do crime deverá responder pelo crime de homicídio qualificado, com pena de 12 a 30 anos.

 

 Reportagem: Diego Oliveira/Portal SG AGORA / Foto Capa: Polícia Civil/Arquivo-Portal SG AGORA

Tags

Um comentário em “Polícia Civil apura e prende autor de homicídio bárbaro em São Gotardo”

  1. Jose Juca disse:

    Pena de morte pra um lixo humano desses,seria tão barato pra estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Qual nota você avalia o trabalho da Prefeitura Municipal de São Gotardo?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...