Um elogio em meio as críticas: Copasa promove plantio de mudas de árvores no Balneário de São Gotardo

Foto Capa: Assessoria de Imprensa Copasa

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A Copasa promoveu, entre os dias 01 e 05/03, o plantio de 2.500 mudas nativas e frutíferas às margens do Balneário da cidade de São Gotardo. O investimento de mais de R$ 185 mil teve por finalidade reflorestar a mata ciliar do local de captação da Companhia, além de contribuir para a preservação dos recursos naturais para as gerações atuais e futuras.

De acordo com o integrante da equipe socioambiental da Copasa, Dênis Ferreira, a atividade foi a forma encontrada pelo Colmeia São Gotardo de proteger o braço d’água. “Em 2019, plantamos 9 mil mudas, mas, em 2020, um incêndio criminoso destruiu 40% da área. É preciso ter consciência de que estes atos são prejudiciais a curto e a longo prazo e que todos podem fazer a sua parte em prol da proteção ambiental”, destacou.

Os recursos para a aquisição e o plantio das mudas são provenientes do Pró-Mananciais, programa de proteção às nascentes criado pela Copasa em 2017. O diagnóstico da área, inserida na microbacia do Córrego da Confusão, manancial que abastece São Gotardo, foi feito pelo Colmeia. Por meio de estudos acerca das consequências do desmatamento, o comitê chegou à conclusão de que era necessário atuar na recuperação da vegetação do balneário da cidade.

Entre as mudas plantadas constam perobas, jequitibás, embaúbas, paineiras, jacarandás, figueiras, ipês, entre muitas outras.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Esta é mais uma entre as várias ações já promovidas pelo Pró-Mananciais na região. Desde a sua criação, há quatro anos, mais de R$ 200 mil foram investidos no plantio de 11 mil mudas e na realização de oficinas que ensinam à comunidade como dispor corretamente o esgoto rural e como construir e manter de maneira correta e segura as fossas sépticas.

Pró-Mananciais
.

O Programa Socioambiental de Proteção e Recuperação de Mananciais (Pró-Mananciais) atua na mobilização da comunidade e de instituições parceiras, com o objetivo de construir coletivamente o sentimento de pertencimento da população à microbacia da região onde está inserida. A iniciativa conta com aprovação da Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário de Minas Gerais (Arsae-MG) e está presente em 224 municípios em que a Companhia detém a concessão dos serviços. Na UNOE são 21 municípios participantes.

Além da prestação de serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário para proporcionar qualidade de vida aos clientes, proteger e recuperar as microbacias hidrográficas e as áreas de recarga dos aquíferos utilizados na captação de água para tratamento e distribuição ao público também são objetivos da Companhia, que desde 2017 investiu mais de R$ 4 milhões na preservação ambiental no âmbito da Unidade de Negócio Oeste (UNOE) por meio do Pró-Mananciais. Essa unidade abrange as cidades das regiões do Alto Paranaíba, Pontal, Triângulo Mineiro e Noroeste de Minas Gerais.

Desde sua criação, há quatro anos, o programa, que nasceu com intuito de promover o desenvolvimento sustentável e prevenir os efeitos ocasionados pela crise hídrica no contexto das mudanças climáticas, promoveu o plantio de 164.169 mudas nativas; foi responsável pela construção de 175.899 metros de cercas para proteção de Áreas de Preservação Permanentes (APPs); pela construção de 300 bolsões – bacias para retenção de água da chuva; pela realização de oficinas de treinamentos com produtores rurais e com estudantes; e pela adequação de estradas – com formação de curvas de níveis, quebra-molas, entre outras ações que evitam o carreamento de terra para rios, lagos ou nascentes e ajudam na penetração da água no solo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Colmeia
.

Para executar de maneira eficiente as ações do Pró-Mananciais, são formados os Coletivos Locais de Meio Ambiente (Colmeias), responsáveis por analisar a situação e propor planos de ações para solucionar problemas nas comunidades próximas às microbacias. Esses grupos avaliam a necessidade de cercamento de nascentes e reservas, a viabilidade de adequação de estradas, a possibilidade de plantio de mudas, a demanda para construção de aceiros, de curvas de nível e de bolsões, entre outras necessidades que demandem a realização de atividades desenvolvidas pelo Pró-Mananciais.

Os Colmeias contam com a participação de empresas privadas e de órgãos públicos, comunidade acadêmica e ONGs que assinam um pacto em que se comprometem com as ações do Programa. Além da Copasa, várias outras instituições integram o Colmeia de São Gotardo. Entre elas estão o Instituto Estadual de Florestas (IEF), Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Sindicato Rural, Secretaria de Meio Ambiente, Instituto Estadual de Florestas (IEF) e Conselho das Sub-Bacias Hidrográficas de São Gotardo.

Apesar da ação social, Companhia continua sendo criticada
>

Na contra-mão da ação social promovida de reflorestamento das margens do Balneário, a Copasa tem sindo alvo de constantes críticas de boa parte da população de São Gotardo. As reclamações variam entre a qualidade duvidosa do asfalto que é colocado nas ruas que recebem manutenção ou obras da Companhia, problemas com a rede de abastecimento da cidade que é antigo e constantemente deixa bairros São-Gotardenses sem água e claro, o valor abusivo cobrado pela Copasa, para prestar um serviço no minimo ultrapassado.

Na última semana do mês de Fevereiro de 2021, a Prefeita de São Gotardo, Denise Abadia Oliveira, se reuniu com a Câmara de Vereadores da cidade e Promotoria de Justiça, para discutir tais constantes problemas relatados pela população referente à Copasa. A pauta da reunião não foi divulgada, mas de acordo com informações apuradas pelo Portal SG AGORA, o principal tema discutido foi até quanto a Companhia continuará agindo sem ser autuada pelo município de maneira mais drástica e definitiva.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

.

Reportagem e Foto Capa: Assessoria de Imprensa Copasa / Adaptação e Complemento: Diego Oliveira/Portal SG AGORA

Tags

0 Comentários “Um elogio em meio as críticas: Copasa promove plantio de mudas de árvores no Balneário de São Gotardo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ANUNCIE
ANUNCIE

Enquetes

Com qual nota você avalia o trabalho da Prefeitura Municipal de São Gotardo até este momento?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...